People analytics: mão feminina utilizando notebook.

O People Analytics vem mudando a forma de atuação do RH ao fornecer dados que ajudam a mensurar o desempenho das equipes e tornar os processos de recrutamento mais eficientes.

Desde que o departamento de Recursos Humanos passou a ter uma atuação mais estratégica, a tecnologia se transformou em um importante instrumento de geração e análise de dados, auxiliando os gestores na contratação de talentos.

O processo de recrutamento e seleção ganhou novo formato, ao realizar boa parte das etapas pela internet. Com o People Analytics ficou mais fácil avaliar os perfis, cruzando dados e informações de acordo com os critérios das vagas.

Neste post você vai saber como a internet está modificando os processos de RH e quais são as métricas analisadas no recrutamento. Continue lendo e veja como o People Analytics pode ajudar o RH nesse contexto!

Como a internet tem modificado o funcionamento dos processos no RH?

A virtualidade está cada vez mais forte na vida das pessoas e das empresas. Pela internet é possível dar andamento a uma infinidade de situações. As pessoas fazem compras e as empresas agilizam seus processos.

Para o RH é uma potente ferramenta de trabalho, pois, os processos de recrutamento e seleção ganharam mais dinamismo, rapidez e praticidade, com diversas etapas sendo realizadas online.

Do cadastro de currículos, passando pela triagem de perfis, até chegar às entrevistas classificatórias, o RH consegue atender os departamentos em grandes demandas de aquisição ou substituição de talentos.

A internet tem o poder de conectar pessoas e processos com eficiência, sobretudo, quando integrados. Com as informações centralizadas em um mesmo ambiente, as estratégias e decisões são mais bem direcionadas.

Quais são as principais métricas analisadas nos processos de recrutamento?

A análise de dados e métricas é essencial para processos de recrutamento de maior sucesso. Para acertar nas contratações é essencial usar indicadores que revelam dados importantes de monitoramento.

Com os números, o RH fará melhor mapeamento do cenário e terá condições de adequar o processo às necessidades e objetivos da empresa, com maior alinhamento do fit cultural dos candidatos e a cultura organizacional.

Veja algumas métricas que podem ser utilizadas pelo departamento como parâmetro, antes, durante e depois da realização do processo de recrutamento!

Tempo para contratar

Qual a média de tempo prevista para a realização de um processo de recrutamento? Essa informação ajuda a dimensionar a equipe e os recursos necessários, além de apontar se o tempo empregado está gerando boas contratações.

Custo de contratação

Um dos indicadores mais importantes é que é preciso saber o investimento demandado para um processo de recrutamento, entre materiais utilizados, equipe disponibilizada e contratação de serviços de divulgação das vagas.

Turnover das contratações recentes

Quantos profissionais contratados recentemente saíram da empresa? Esse indicador mostra o potencial de retenção de talentos e aponta que houve falhas no processo de recrutamento — é preciso investigar as causas, pois a alta rotatividade gera custos à empresa.

Processos concluídos dentro do prazo

Os processos concluídos dentro do prazo são um sinal de uso devido do tempo e compromisso com a demanda das áreas. Entretanto, o atraso pode estar relacionado à dificuldade de encontrar profissionais qualificados para preencher as vagas em aberto.

Contratações x impacto em metas

Uma métrica relevante, que apresenta dados sobre os resultados diretamente ligados aos talentos contratados. Dessa forma aspectos como perfil, habilidades, competências e comportamento são mais bem desenhados e servem de base para as futuras contratações.

Investimento em admissão

Saber quanto se gastou em cada contratação — do processo seletivo à admissão — ajuda a dimensionar o valor monetário vinculado a cada talento recém-contratado, o que serve de base para o monitoramento do desempenho e retorno.

Como o People Analytics tem auxiliado o RH em melhores contratações?

O Big Data é um conjunto de técnicas que capta, armazena e trata  uma quantidade significativa de dados de diversas fontes e, por vezes, desconexos. Para fazerem sentido, eles precisam de filtro e direcionamento, conforme a finalidade de uso.

Com a análise de dados, pode-se descobrir que uma plataforma de recrutamento específica apresenta melhor assertividade no processo seletivo, menor tempo de contratação (Time to Hire) e maior média de satisfação dos colaboradores e sua respectiva liderança, em comparação a outros canais de atração de candidatos

Para dar suporte e atender aos objetivos do RH é utilizado o People Analytics por onde são gerados dados e insights relacionados às pessoas. Desta forma, é possível avaliar perfil, habilidades e competências, controlar tarefas e monitorar as metas cumpridas, assim como o grau de dificuldade dos colaboradores em suas atividades.

Trampos.co: funcionalidades que otimizam os processos do RH

A trampos é uma plataforma robusta de recrutamento e seleção dos mais diversos talentos nas áreas de tecnologia e comunicação. Oferecemos todas as ferramentas necessárias para que seu processo de recrutamento seja prático e eficiente.

Na plataforma você pode encontrar o perfil ideal ao selecionar as características essenciais para a sua empresa e convidar um número irrestrito de candidatos para participar do processo de recrutamento.

Com a aplicação do People Analytics, no software de recrutamento e seleção você pode visualizar as informações de candidatos que aplicaram para a sua vaga de forma padronizada e organizada. Também é possível selecionar as etapas ideais para o seu processo.

Gostou do post? Para otimizar a rotina do seu RH e acertar nas contratações para ter maior eficiência nos resultados da sua empresa, que tal conhecer em detalhes os serviços que oferecemos?

[call-recrutadores source=”24257-plano-de-recrutamento” titulo=”Comece a publicar suas vagas agora”]

DEIXE UM COMENTÁRIO