2016-05-17_guia-trafego_2

É comum associarmos agências de publicidade a ambientes caóticos, onde todos correm loucamente contra o tempo para cumprir os prazos exigidos pelos clientes. Para que o caos não se instaure de vez, é importante contar com a figura do Tráfego, que distribui e controla o fluxo de trabalho de cada etapa na agência.

Leia também:
» Guia de Profissões: Atendimento
» Guia de Profissões: Gerente de Projetos
» Entenda como funciona o universo das agências

A analogia com o trânsito das grandes cidades é mais do que óbvia e ajuda a compreender o trabalho desse profissional. Quando chove e os semáforos param de funcionar porque inúmeras árvores derrubaram os fios elétricos, entra em ação o agente da Companhia de Engenharia de Tráfego, a pessoa capaz de reverter o congestionamento nas avenidas.

No caso do Tráfego de uma agência de publicidade, o ideal é que ele gerencie todos os processos cuidadosamente para que nada saia dos trilhos. Assim, a pessoa que cuida do Tráfego deve estar a par de tudo o que acontece na agência, pois é ela quem distribui as atividades e controla a execução. Além disso, informa ao Atendimento sobre os desenvolvimentos de cada cliente.

O QUE FAZ?

O Tráfego se relaciona com todas as áreas de uma agência, mas principalmente com o Atendimento e o Planejamento, setores que também cuidam de etapas estruturais, mais invisíveis no produto final. E como são peças fundamentais para a concepção de uma campanha publicitária, atuam de forma dinâmica para facilitar a comunicação entre diferentes departamentos.

Uma das principais atividades do Tráfego é estipular um cronograma e então garantir que os projetos em andamento sejam concluídos de acordo com o Planejamento. Também é responsabilidade desse profissional manter o fluxo de trabalho organizado e eficiente, seguindo critérios de prioridades elaborados junto aos departamentos da agência.

Outra atribuição importante é a antecipação de possíveis problemas. Ao controlar a rotina da agência, o Tráfego deve estar sempre atento aos sinais para identificar quando algo não vai bem. E se o problema não for evitado, cabe ao Tráfego a reorganização do processo com foco na redução de transtornos futuros.

Em suma, o profissional responsável pelo Tráfego deve ser especialista na administração do tempo. Por isso ele também indica os profissionais mais apropriados para cada tarefa, pensando na otimização do tempo e no aumento da produtividade.

QUANTO GANHA?

Conforme os dados das oportunidades divulgadas no trampos.co, a faixa salarial de um profissional Assistente ou Júnior varia entre R$ 1.500 e R$ 3.000. Já a bolsa para estagiários normalmente é de R$ 1.000. Para cargos nível Pleno, os salários podem chegar a R$ 5.000.

PERFIL E CARACTERÍSTICAS DO PROFISSIONAL

Para trabalhar na área, o profissional deve ser, acima de tudo, um ótimo gestor. Uma pessoa que saiba equilibrar organização e senso de urgência, além de se relacionar muito bem com as pessoas. O bom relacionamento interpessoal na empresa é importante para facilitar a conclusão de tarefas. No caso dos clientes, essa característica é extremamente útil na negociação de prazos.

Ao invés de possuir um conhecimento publicitário específico, o Tráfego deve ser multidisciplinar e conhecer todos os departamentos da agência para estabelecer a filosofia e a política de trabalho de cada equipe. Pessoas com perfil analítico estarão mais à vontade nessa posição, já que a análise de demandas faz parte do dia a dia do Tráfego.

Proatividade, liderança e facilidade de gestão de conflitos são características essenciais. Apesar da maioria das oportunidades exigir formação em Publicidade e Propaganda, o cargo também pode ser ocupado por pessoas formadas em Administração ou Relações Públicas. Não há uma ferramenta essencial para a execução do trabalho, no entanto algumas oportunidades solicitam conhecimentos em metodologias de organização de tarefas.

MERCADO DE TRABALHO

A área de Tráfego é bastante nova dentro das agências de publicidade e muitas vezes não há um profissional específico para controlar o fluxo de trabalho. O que acontece é que essa responsabilidade é atribuída ao Atendimento ou ao Planejamento. Mesmo que sejam parecidas, é importante separar as funções, já que o trabalho como Tráfego exige habilidades essenciais para analisar a agência como um todo.

Somando os meios online e offline, as agências têm cada vez mais atividades e prazos a cumprir, então certamente as empresas já estão atentas e cientes do potencial de um cargo especializado como o Tráfego e, principalmente, quais benefícios ele pode trazer para o funcionamento da agência.

Colabore com esse material e com os futuros profissionais compartilhando suas experiências nos comentários abaixo. Veja mais posts sobre Guia de Profissões.

Confira os trampos de Tráfego

Conheça a masterclasses Digital Project Management

Neste workshop intensivo, vamos mostrar esse universo, as fases de um projeto e o que pode ser mais eficiente aplicado em digital. A Ampfy vai revelar os segredos e influências da agência e como selecionou o melhor de cada método para atender grandes marcas.

quero saber mais sobre o curso!

Ministrante
DOUGLAS BOCALÃO
SÓCIO E DIRETOR DE OPERAÇÕES

DEIXE UM COMENTÁRIO