18 razões que levam as pessoas a procurarem outro emprego

demitir

O alarme toca cedo na segunda-feira. Qual a sua reação? Está pronto para enfrentar o dia? Ainda que você não tenha pensado em demitir-se porque existe a necessidade de manter-se empregado, a insatisfação pode tomar conta e clicar em “soneca” torna-se uma constante.

Leia também:
» Infográfico: será que está na hora de pedir as contas?
» Um redator em Nova York: lições da Big Apple
» Trocar de emprego ou não? Eis a questão

Se você vivencia a última opção, talvez seja hora de reavaliar sua vida e descobrir qual é o catalisador. Como na maioria dos casos, talvez você descubra que a procrastinação está relacionada ao trabalho. Talvez isso explique porque é normal as pessoas mudarem 4 vezes de emprego até os 32 anos.

Não é todo mundo que tem a chance de sair em busca de outras oportunidades ou de uma mudança radical na vida (Publicitário larga tudo para viver da sua arte). Se você pode mudar (através de buscas pela internet e de networking), mas ainda não tem certeza de disso, observe estes sinais:

1. Você está sempre entediado

Apesar de haver vantagens no tédio – pode ajudar a aumentar a criatividade e te tornar mais orientado aos objetivos – se você está gastando o expediente jogando, fazendo compras, sonhando acordado ou vendo as horas, então, é óbvio que você não está fazendo o tipo de trabalho que te excita ou que te desafia.

2. Você é constantemente deixado de fora

Podem haver algumas razões do motivo pelo qual você não é convidado para as reuniões de equipe ou eventos sociais fora do local de trabalho. Ou é o último a saber sobre os recentes acontecimentos da empresa.

Para começar, você não foi capaz de encontrar uma panelinha. Apesar da amizade não ser a principal razão do porquê você ama seu trabalho, definitivamente, o expediente flui suavemente quando se tem um colega de trabalho.

Outra razão pode ser porque seu chefe, ou colega, não valoriza suas contribuições e ideias. Quando as pessoas não escutam suas opiniões, é fácil entender por que você não se sente um membro importante da equipe.

3. O trabalho não vem naturalmente

Você vê isso o tempo todo no local de trabalho. Sempre tem aquele funcionário que é incansável. Ele é tão produtivo e habilidoso em sua função que faz todos os outros parecerem ruins. E tem aquele funcionário que está com dificuldades para se manter nos prazos e entender tarefas simples.

Isso significa que um é mais inteligente e mais determinado que o outro? Não necessariamente.
Aquele funcionário está jogando com suas forças, então, o trabalho vem naturalmente. Você, por outro lado, não possui as mesmas habilidades. Então, pode acontecer do seu sucesso e da sua fugirem completamente pela janela.

4. Sentindo-se frustrado com seus objetivos pessoais

Todos temos sonhos que nunca abandonamos. Mas, acredite ou não, às vezes um trabalho pouco interessante pode nos ajudar a alcançar esses sonhos.

Por exemplo, se você sempre quis ser um escritor de ficção científica, mas trabalha como redator em uma agência, então, você está melhorando suas habilidades de escrita com o tempo. E, talvez, aprendendo alguns caminhos de marketing que te ajudarão a ter sucesso como autor.

5. Você não está sendo usado corretamente

Se você foi contratado para ser um excelente redator em uma agência, mas eles sequer publicaram um texto seu, por que você deveria continuar? Seus talentos estão claramente sendo desperdiçados e isso aumenta o tempo que você levará para encontrar uma nova empresa que vai realmente usá-los.

6. Seu chefe te ignora

Apesar de você não ser o melhor amigo do seu chefe, houve um tempo em que você podia conversar, compartilhar ideias ou, até mesmo, recapitular Game of Thrones durante o almoço. Então, um dia, essas conversas pararam.

Isso é confuso e podem existir fatores desconhecidos, como o chefe passando por problemas pessoais. Mas, se você é ignorado continuamente, torna-se difícil achar que está tudo bem, como frequentemente nos perguntamos: “O que fiz de errado?”.

7. Você recebe feedbacks ruins

Há muito tempo, eu era amigo de um barman que sempre recebia pouca gorjeta, junto com um monte de comentários negativos dos clientes. Esse amigo, então, reclamava dos clientes (até para outros clientes) ao invés de admitir que ele não era um bom barman.

Não importa a posição que você está, se você recebe feedbacks negativos dos clientes, colegas de trabalho ou em avaliações de performance, então, este é um sinal claro de que você não serve para o trabalho ou o trabalho não é o certo para você.

8. A empresa não combina com seus valores e objetivos de vida

“Sua empresa te ajuda a realizar sua missão pessoal?”, perguntam Jack Welch, ex-CEO da GE e Suzy Welch, famosa autora. “Essencialmente, é uma pergunta que quer saber se sua empresa combina com seus valores e objetivos de vida”.

Por exemplo, é exigido que você “viaje mais do que gostaria, dado o equilíbrio vida-trabalho que você espera? A empresa oferece chances de crescimento de acordo com o seu nível de ambição?”. Lembre-se que não há resposta certa ou errada para tais questões, apenas uma ideia para saber se você está investindo seu tempo na empresa certa ou errada para você.

9. Menos trabalho chegando à sua mesa

Se você está recebendo menos atribuições, este é um indicador de que houve uma decisão pela alta gerência de que você não deveria ter tantas responsabilidades. Se isso significa que seu empregador perdeu a fé em você ou que seu trabalho pode estar em jogo, este é um sinal de que você deve começar a polir seu currículo.

10. Você não se encaixa

Quando eu estava na faculdade, era amigo de alguém que queria ser professor. O problema? Essa pessoa não aguentava crianças e só queria entrar na área por causa dos benefícios e das férias (nota da editora: sim, isso nos Estado Unidos). Pouco essa pessoa sabia que professores trabalham duro e que precisam gastar muito tempo com crianças. Essa pessoa não durou muito como professor e voltou para a faculdade para se tornar um advogado.

Se você sente que não se encaixa com uma posição ou cultura específicas, é interesse repensar o caminho.

11. Você não está tão desesperado pelo salário

Primeiro, são poucas pessoas que não necessitam, de fato, dos ganhos. Em nossa sociedade, nós precisamos de dinheiro para pagar despesas de casa, transporte, comida e roupas. Por isso, dependemos de um emprego ou de empreender.

Mas, se você for uma exceção e não estiver nessa situação de necessidade, lembre-se do que Paul Graham disse: “Para ser feliz, você tem que fazer algo que admire, não necessariamente do que goste. Você tem ser capaz de achar incrível o que consegue realizar”.

12. Você tem um chefe horrível

Merideth Ferguson, co-autora de um estudo sobre local de trabalho e professora assistente ma Baylor, disse: “Muitas pessoas deixam os supervisores, não o emprego”. Trabalhar sob um gestor horrível não impacta apenas sua performance, isso afeta sua vida pessoal e até sua saúde, fazendo você se estressar e se sentir ansioso.

13. Você sempre está sobrecarregado

Você fica facilmente sobrecarregado ou se irrita com a menores tarefas e questões? Eu tive um emprego que não suportava e, toda vez que meu chefe me atribuía um tarefa simples, como responder um e-mail, meu sangue fervia.

Mesmo quando meu chefe não fazia absolutamente nada de errado e me pedia algo simples, o trabalho em si me frustrava tanto que não demorava muito para eu me irritar.

14. Você não fala sobre seu emprego ou empresa

Richard Branson é um dos meu empreendedores favoritos. Seu carisma, transparência e sua história de sucesso me motivam sempre que preciso de um pouco de inspiração. Uma das coisas que admiro é que ele é o maior líder de torcida da companhia que ele fundou, a Virgin. Esse entusiasmo contagia os funcionários.

Se você está envergonhado e evita falar sobre sua empresa, isso é, definitivamente, uma bandeira vermelha. Se você não se sente parte do projeto e dos objetivos da empresa, este não é o seu lugar.

15. Sua relação vida-trabalho está desequilibrada

Não deveria ser novidade mas o equilíbrio entre vida e trabalho é essencial quando se trata da felicidade, motivação e produtividade dos funcionários. Afinal, se você se sente esgotado ao fim do dia e sente que só trabalha, então é hora de encontrar um trampo que permita que você tenha mais liberdade para aproveitar a vida fora do escritório.

16. Você não se sente desafiado

Robert O’keane, consultor internacional da Charles Francis Cooper, escreveu: “Se você perceber que sua atribuição se tornou confusa ou que pessoas em cargos de gerência começam a dar conselhos conflitantes, então pode valer a pena considerar outras opções”.

Ele adiciona: “Ninguém quer ficar preso em uma situação onde não se pode ganhar e, se seu trabalho faz você se sentir assim, por que não procurar outra coisa? Seu cargo deveria fazer você se sentir estimulado e desafiado – como se estivesse avançando em algo, ao invés de fazer você sentir que está perdendo uma luta e não está alcançando nada”.

17. Você não pode ser autêntico

Há uma rede de restaurantes na Inglaterra, chamada Wagamama, que tem um dos melhores slogans que já vi: “Seja você. Seja Wagamama”. Abaixo desse slogan está a frase: “Nós celebramos as coisas que te fazem diferente”.

Essa empresa adota as variadas habilidades e personalidades que os funcionários possuem e as utiliza para criar um negócio de sucesso.

Se você sente que não pode ser você mesmo, talvez esteja na hora de procurar pastos mais verdes.

18. Você não consegue se imaginar na empresa por mais de um ano

Outra ótima questão dos Welches: “Você pode se imaginar na sua empresa daqui um ano?”. Usamos esse prazo porque é, normalmente, o tempo necessário para encontrar um trabalho novo e melhor após a pessoa decidir sair. Então, olhe para o futuro, o melhor que puder, e preveja se estará na empresa, qual trabalho estará realizando, quem estará gerenciando e quem gerenciará você.

Se este cenário te trouxer excitação, então, você está prestes a ficar muito tempo.

Demitir-se é uma opção?

Caso esses sinais esteja muito evidentes em sua vida, está na hora de repensar seus objetivos. Às vezes, entramos em uma zona de conforto por acreditar que não temos alternativas. Se você tem condições de buscar uma nova experiência, pode ser uma grande mudança na sua vida.

Texto originalmente publicado no site Inc. por John Rampton. Traduzido e adaptado pela equipe do Tutano.

Uma ajuda a mais para redirecionar sua carreira

Reconheça seu momento, suas fraquezas, forças, oportunidades e todos os aspectos da vida que precisam de melhorias para definir seus objetivos profissionais e buscar seus sonhos em um programa online e gratuito liderado pela coach Patricia Andrade.

Ponto de Partida
PROGRAMA GRATUITO DO TRAMPOS ACADEMY PARA IMPULSIONAR SUA CARREIRA E SUA VIDA PESSOAL

DEIXE UM COMENTÁRIO