texto 12 - emprego ou estágio

Quando iniciada a vida profissional, surgem diversas dúvidas e um mundo de possibilidades se abre. Muitas vezes, ficamos confusos em saber qual caminho seguir. uma dúvida recorrente entre os iniciantes é sobre emprego e estágio. O que é melhor: aceitar um emprego que pague bem (nem sempre na área desejada) ou um estágio que não é muito lucrativo, mas que oferece a chance de atingir cargos mais altos? aqui, trazemos alguns pontos para ajudá-lo na escolha.

EMPREGO BEM REMUNERADO
A vantagem de você aceitar um trabalho que pague melhor logo de cara é exatamente essa: a questão financeira. Você já vai poder estabilizar sua vida, traçar metas e conquistar bens materiais que deseja em um tempo mais curto, realizar cursos e fazer atividades complementares. Então não será difícil receber outras propostas de empresas concorrentes ou até galgar cargos mais altos na mesma. porém, isso não garante nada se não houver um plano de carreira bem definido. Aí o grande risco é ficar estagnado por anos, mostrando o outro lado da moeda dessa escolha. A motivação se esvai com os anos, a criatividade fica em segundo plano e quando menos espera, você é um funcionário que não sai do lugar e não apresenta crescimento notável em sua profissão.

ESTÁGIO COM POSSIBILIDADES DE CRESCIMENTO
Na fase de estágio, qualquer tarefa que atribuída poderá ser aprendida e somará em na capacitação e formação. Isso torna o estagiário apto a atuar em qualquer nível. Quando a empresa oferece possibilidades de crescimento, o céu é o limite. Não é raro vermos casos de estagiários que chegaram a altos cargos ou até a sócios de seus chefes de outrora. Quem encara essa fase de frente costuma se dar muito bem e conseguir uma grande evolução na carreira. Por outro lado, as empresas ainda precisam ter mais consciência sobre a função e as responsabilidades de um estagiário.

UMA QUESTÃO DE OPÇÃO
Decidir se é melhor ser um estagiário e buscar crescimento ou aceitar um emprego mais estável, porém com menos perspectivas, é uma questão individual. Não há resposta predefinida que atenda a todos, mas ao analisar sua idade, sua condição financeira e seus níveis de ambição, você pode ponderar e chegar a uma conclusão sobre o que é melhor.

Confira as oportunidades

DEIXE UM COMENTÁRIO