Como manter a cultura organizacional da sua startup em crescimento

startups

Nos últimos três anos, o número de funcionários da HubSpot (startup de inboud marketing) aumentou mais de 800%. Nenhuma empresa vivencia esse ritmo de crescimento sem atingir percalços culturais ao longo do caminho. Quando isso acontecer, é tentador culpar forças externas. Mas o objetivo sempre foi manter nossa cultura organizacional ao admitir que a maioria desses engasgos foram causados por nós mesmos.

Leia também:
» O que define uma excelente cultura organizacional
» Como contratar profissionais certos para uma empresa inovadora
» Infográfico: o custo de funcionários infelizes

Por exemplo, em 2008, a HubSpot tinha cerca de 40 funcionários. A empresa estava começando a ganhar importância quando, da noite para o dia, a desistência dos clientes aumentou e a economia despencou. Com toda a incerteza, não seria surpreendente se a autoestima seguisse o mesmo caminho. Ao invés disso, os funcionários se juntaram para resolver os problemas do nosso modelo de negócio e a equipe foi melhorando os números mês a mês.

Por comparação, em 2010, a empresa simultaneamente mudou o plano de compensação da equipe de vendas e começou a reorganizar o departamento de produtos. De acordo com o CEO e co-fundador Brian Halligan, foi quando “as rodas começaram a sair”. Nosso maior percalço cultural até hoje não foi devido a forças externas. Mas por causa de ajustes internos que deram errado.

Focamos em dois tópicos visando resolver problemas à medida que aumentavam, e eu acredito que elas possam ser úteis para outras startups de rápido crescimento: comunicação e medição.

2015-10-26_cultura_organizacional_startups2

É importante parar o furacão antes que seja tarde demais. Se esperar demais, as soluções serão mais difíceis de se encontrar e você correrá o risco de perder boas pessoas. Se você perceber mais reclamações ou confusão do que o normal – ou de pessoas que raramente demonstram frustração – é hora de agir.

A primeira coisa a se fazer é gastar mais tempo se comunicando e escutando seus funcionários. Identifique os influenciadores e convide-os para jantar. Em 2010, Halligan se encontrou com os líderes das equipes de venda e de produto que tinham expressados seus descontentamentos. Através da discussão sobre os problemas com o plano compensação e reorganização de equipes, ele foi capaz de identificar porque estavam insatisfeitos. Ele também foi capaz de ir mais fundo ao perguntar o que tinham escutado dos outros em suas equipes. Ele gastou tempo só escutando, não interviu seus pensamentos, para que pudesse aprender mais e encontrar soluções eficazes.

Faça reuniões com a equipe inteira e os deixe expressar suas reclamações. Quando a equipe de vendas do HubSpot estava descontente com o plano de compensação, Mark Roberge (Vice-Presidente) e Halligan mantiveram uma conversa estruturada com a equipe inteira, onde foram perguntados sobre os motivos pelo não funcionamento do plano atual, o que os permitiu encontrar soluções melhores que poderiam agradar as pessoas. Ao entenderem profundamente o que os problemas são, eles foram capazes de trabalharem juntos para encontrar soluções. Os melhores compromissos normalmente vêm de debates e discussões acaloradas.

Somente após ter feito a excursão da escuta, convoque sua equipe de gestão. Certifique-se de que todos estão na mesma página e que mostrarão uma frente unificada quando se comunicarem com seus funcionários. Podem haver coisas que você terá de fazer que deixe os funcionários infelizes, mas isso ajudará caso a equipe de gestão possa articular as razões e ser transparente.

O segundo passo que tomamos foi o sistema de medição. É difícil medir cultura, mas encontrar maneiras de medir a felicidade dos colaboradores nos ajudou a entender quando atingimos um percalço e se fomos capazes de seguir adiante.

Use pesquisas internas ou entrevistas para ter um patamar. Descubra por que as pessoas gostam de trabalhar em sua empresa e o que valorizam mais sobre o fato de estarem lá. Use essa informação para ficar de olho no que é mais importante para seus funcionários.

Considere o uso de ferramentas como o Net Promoter Score (NPS), que te permite ter uma medição consistente de quão feliz estão seus funcionários. O HubSpot realiza uma NPS interna a cada seis meses, perguntando aos funcionários duas questões: “Qual a probabilidade de você recomendar um amigo para trabalhar no HubSpot?” e “Por quê?” Isso garante uma medição consistente ao longo do tempo e permite que as maiores preocupações se revelem.

Percalços são parte de qualquer empresa de rápido crescimento. Lide com eles rápido e efetivamente – antes que eles te atrasem. Quais abordagens você acha que são eficazes para ajudar a avançar além dos percalços?

Texto originalmente publicado por Karen Rubin, gerente de produto da HubSpot, no site Harvard Business Review. Traduzido e adaptado pela equipe do Tutano.

 

Podemos te ajudar a encontrar os melhores profissionais

Divulgue, Gerencie, Contrate. Conheça nossa plataforma de publicação de vagas e encontre o candidato ideal.

DEIXE UM COMENTÁRIO