Um guia de SEO para jornalistas e equipes editoriais

Equipes editoriais são normalmente colocadas na linha de frente do SEO. E é assim mesmo que deve ser, já que o editorial deveria ser a linha de frente do SEO.

Claro que existem importantes aspectos técnicos como programação, URLs, redirecionamentos, robots.txt, URLs canônicos, entre outras coisas. Muitos SEOs têm conhecimento técnico, por isso, esse lado do SEO continua a receber bastante destaque.

Leia também:
» Como criar uma página como otimização SEO perfeita
» 22 melhores ferramentas de mídias sociais do momento
» Infográfico: 29 métricas essenciais para marketing de conteúdo

Mas todo esse assunto técnico é como a parte mecânica de um carro de corrida. É muito importante, mas não vai ganhar nenhuma prova sozinho. Para isso, você precisa também de estratégia, planejamento e um piloto. Para vencer na corrida do SEO, você precisa de conteúdo editorial de qualidade. Sem o editorial, seu SEO não chegará a lugar algum. Vou explicar melhor…

O SEO precisa de links, e quanto melhor for seu editorial, melhores os links serão. O que isso quer dizer?

Que é hora de convencer sua equipe editorial das vantagens de SEO com o guia abaixo:

 

O editorial não pode ser prejudicado pela otimização do seu site

Editores vão sempre reclamar que o SEO é o inimigo mortal do editorial. “Uma boa história não deveria nunca ser escrava de uma palavra-chave ou de um mecanismo de pesquisa”, talvez seja a reclamação. E eu concordo.

O SEO não deve atrapalhar o processo de produção dos editoriais de qualidade.

 

Querido editor, o que você tem a ganhar com o SEO?

Qual a vantagem do SEO para os editores? Boa pergunta. Aqui estão duas respostas:

  • Mais leitores para suas histórias.

Tem algo melhor? Além disso, você também…

  • Ganha mais divulgação e recebe mais dinheiro.

Se as suas histórias são as que conquistam mais leitores, menções e respostas, elas deveriam te ajudar na promoção do conteúdo e na rentabilidade do seu negócio.

 

Noções básicas de SEO

A palavra-chave é uma palavra ou frase usada para se fazer uma pesquisa. Inconveniente, eu sei, mas uma palavra-chave não é precisa ser uma palavra só.

Na imagem abaixo, treino para meia maratona é uma palavra-chave. Assim como todas as sugestões que o Google está fazendo.

keywords on Google Suggest

 

Palavra-chave alvo são as palavras-chave que fazem seu site aparecer no topo dos resultados das pesquisas.

E elas não surgem sozinhas: alguém precisa decidir quais são suas palavras-chave. Pode ser sua equipe interna de SEO ou até você mesmo. Fazer um lista de palavras-chave alvo é bastante simples. Priorizar essas palavras-chave é um pouco mais difícil.

Sua lista pode conter centenas ou até milhares de palavras-chave, então, alguém vai ter que priorizá-las já que você não pode usar todas ao mesmo tempo.

 

O Google gosta de links.

Os links dentro de seu site são importantes. Links de outros sites para o seu são ainda mais importantes. Porque?

O Google enxerga os links de um site a outro como um voto de confiança naquele site. Você pode estar pensando “então eu não posso simplesmente comprar alguns links de outros sites?” e, sim, você pode. Mas, se for pego pelo Google, será penalizado e perderá grandes quantidades de tráfego.

O melhor maneira de se conseguir links é conquistando-os com seu editorial de qualidade.

 

O Google ama links de texto.

Um link de texto é um link que vem em formato de texto, e não de imagem. Você consegue perceber um link de texto porque ele geralmente é colorido e muda a seta do mouse para uma mãozinha como este link de texto.

Com um link de texto, o Google associa o voto de confiança (o link) com o texto do link.

Vamos resumir como funciona:

Palavras-chave alvo + links de texto = links de texto ricos de palavras-chave = sucesso do seu SEO

Então, se treino para maratona é uma palavra-chave alvo, ela melhorará sua classificação para treino para maratona se outros sites usarem links para o usando treino para maratona no link de texto.

Um jeito fácil para fazer isso acontecer é:

  • Criar editoriais incríveis sobre o treino para maratona
  • Incluir treino para maratona no cabeçalho do site
  • Garantir que outros sites saibam do novo conteúdo

Então, você conseguirá links que usam seu cabeçalho e, portanto, contêm treino para maratona no link de texto. Viu o quão importante é o editorial de qualidade para o SEO?

Das palavras-chave para o nicho de palavras-chaves

100 bilhões de pesquisas foram feitas nos mecanismos de busca em 2009.

Você pode utilizar o Google Analytics (ou outro software de análise) para descobrir quantas dessas pesquisas alcançaram seu site. A imagem abaixo é de um relatório de palavras-chave do Google Analytics que mostra as 129.877 visitas orgânicas (não pagas) ao site vindas de um mecanismo de busca em um mês.

 

keywords report from Google Analytics

 

O relatório acima é chamado de “Relatório de palavras-chave” porque mostra visitantes que chegaram ao site após pesquisarem por uma palavra-chave específica.

Essa pesquisa, no caso, trouxe 129.877 visitantes não pagos via 69.995 palavras-chave

Isso são MUITAS palavras-chave diferentes. É um vislumbre das palavras-chave de cauda longa – e sua quantidade quase infinita de palavras-chave diferentes. Algumas foram usadas apenas uma vez…

83% dessas 69.995 palavras-chave trouxeram apenas uma visita.

É claramente impossível ou impraticável marcar 70.000 palavras-chave diferentes. E por que se incomodar com uma palavra-chave que traz apenas uma visita? E tem mais, se você apenas focar naquelas poucas palavras-chave que trazem mais visitas (suas palavras-chave “carro chefe”), vai perder as de cauda longa.

A resposta para esse dilema é focar em grupos de palavras-chave que chamaremos de nicho de palavras-chave.

Um nicho de palavra-chave é um grupo de palavras-chave que contém uma única palavra-chave “grão”. Ex: não somente treino para meia maratona mas todas as palavras-chave contendo treino para meia maratona como aquelas mostradas pela sugestão do Google abaixo:

keywords on Google Suggest

Marque os nichos de palavras-chave e você estará marcando milhares de palavras-chave de uma vez.

 

Como garantir que suas páginas editoriais estão otimizadas para os mecanismos de busca

  1. Mantenha cada página focada em um assunto, se puder.
  2. Encontre uma palavra-chave alvo que corresponda à esse assunto.
  3. Boas manchetes fazem seu texto ser lido e compartilhado por outros sites ou pessoas, através dos links.
    Lembre que as manchetes aparecerão no link de texto porque elas são usadas como link para histórias.

Então, manchetes com palavras-chave alvo são uma coisa boa, mas não deixe que elas atrapalhem na criação das manchetes. Links sem link de texto são tão importantes quanto. Você precisa de ambos, então…

Crie manchetes incríveis… e depois tente adicionar uma palavra-chave alvo

Gotcha headline from The Sun

Acima, temos a imagem de uma famosa manchete de jornal do Reino Unido, publicada durante a Guerra das Malvinas, escrita quando a marinha britânica controversamente afundou o General Belgrano, um cruzador argentino. Essa manchete tem sido usada pelos SEOs no passado, para ilustrar como não escrever uma manchete otimizada. “Gotcha” (“Peguei você!”, em tradução livre) não é uma palavra-chave alvo de nenhum site, você pode pensar.

Concordo, mas uma manchete atraente vai gerar mais links para seu site do que uma manchete fraca. Então, mantenha suas manchetes bem “Gotcha”! Além disso, com essa manchete em particular, é fácil incluir algumas palavras-chave alvo ao adicionar “argentino” ou o nome do navio no título completo.

 

A tag de título da página

A tag de título da página é um texto codificado que aparece no topo do seu navegador, como na imagem a seguir:

Page title tag

Edite suas tags no sistema de gerenciador de conteúdo do seu site (CMS). Não deixe a configuração padrão! Foque nas palavras-chave alvo da sua página (coloque-as primeiro) que devem, é claro, ser relevantes ao conteúdo da página.

Seja breve – no máximo 10 palavras. Se puder, deixe-a o mais interessante e encorajadora possível. E naõ esqueça de adicionar o nome do seu site no fim.

Alguns exemplos:

  • Dor lombar para ciclistas – ajuste seu banco! | Sports Performance
  • Cálculos matemáticos nível 1 | Download gratuito | The School Run
  • Lesões no joelho | Diagnóstico, prevenção e tratamento | Sports Injury Bulletin

 

A tag de descrição

A tag de descrição é um texto codificado frequentemente visto nas páginas de resultados dos mecanismos de busca, como no exemplo abaixo:

Description tag

Controle suas URLs e mantenha-as bem arrumadas

Os sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS) normalmente usam o cabeçalho da página para montarem a versão padrão da última parte da URL de uma página. Por exemplo:

Cabeçalho: Um guia de SEO para jornalistas e equipes editoriais

URL: http://tutano.trampos.co/um-guia-de-seo-para-jornalistas-e-equipes-editoriais

Mas isso é muito longo. URLs longas podem quebrar quando forem usadas, ou podem nem ser usadas porque são muito difíceis de manejar.

Portanto, antes de subir a página (não depois) edite a URL padrão. Exemplo: http://tutano.trampos.co/guia-seo-para-jornalistas

 

Páginas de categoria

Sites com mais de 10 ou 20 páginas precisam de páginas de categoria. Uma página de categoria lista links para páginas relacionadas. Ex: em um site sobre carros, a página de categoria dos carros esportivos vai listar os links para páginas sobre carros esportivos.

Para ser listado na página de categoria carros esportivos, uma página de conteúdo (um artigo no blog, vídeo, etc.) precisa ser categorizado como carros esportivosAs categorias odi seu site são, normalmente, suas maiores palavras-chave alvo.

A organização das categorias e subcategorias é a taxonomia do seu site. E essa taxonomia é o esqueleto do seu SEO. Suas páginas de conteúdo editorial são o corpo e os músculos. SEO sem taxonomia é perda de tempo.

Planejar a taxonomia, construir as páginas e acompanhar a navegação provavelmente não faz parte das atribuições da equipe editorial. Esse trabalho é de responsabilidade da editora ou do webmaster (de quem estiver no comando).

Portanto, o SEO é, em primeiro lugar, responsabilidade da editora. Então, equipe editorial: da próxima vez que seu chefe perguntar o que estão fazendo para conseguir mais visitas dos mecanismos de busca, se não houver taxonomia otimizada nem páginas de categorias – educadamente digam de quem é a culpa.

Se você tem muitas categorias, priorize-as. Quais são mais importantes? Quais irão trazer mais respostas? Imagine que suas categorias são baldes de encha-os com conteúdo editorial de qualidade. Não faça nada mais e (se sua taxonomia tiver sido planejada cuidadosamente com o SEO em mente) você estará no caminho certo para otimizar seu site para os mecanismos de busca.

Trate cada página de categoria como uma nova página inicial. Faça da página de categoria um tipo de página que o usuário vai marcar como favorita, compartilhar e que voltará para mais informações.

 

Use suas categorias e ferramentas de pesquisa de palavras-chave para ter ideias de conteúdo

Para encher suas categorias com páginas editoriais, você talvez precise de algumas ideias sobre o quê escrever. Comece com uma categoria nomeada como “palavra-chave grão” e pesquise por mais palavras-chave que contenham o seu “grão”. Também pesquise por palavras-chave relacionadas.

 

Resumindo, o processo de SEO no conteúdo de uma página editorial é:

  • Tema (concentre-se em um tema)
  • Palavras-chave alvo
  • Escrever
  • Links internos através do site
  • Cabeçalho
  • Palavra-chave no cabeçalho
  • Metadados
  • URL
  • Categorização
  • Publicação
  • Promoção

Essa é só a pontinha do iceberg de SEO. Para que seu conteúdo seja lido, ele precisa ser encontrado. E, para isso, você precisa ir muito além da palavra-chave. Quer saber como?

SEO para jornalistas além das palavras-chave

Não dependa do click-bait ou das redes sociais para conquistar leitores para seu conteúdo. Saiba como ser encontrado utilizando palavras-chave, ferramentas e técnicas de otimização SEO com quem manja muito do assunto.

quero saber mais sobre o curso!

Ministrante
Isabela Sperandio
Gerente de SEO
Grupo Abril

Publicado originalmente em [WordTracker]. Tradução e adaptação por tutano.

DEIXE UM COMENTÁRIO