Como criar um anúncio de vaga que atraia candidatos ideais e afaste os “aventureiros”

2017-05-08_job-discription

Encontrar profissionais ideais para preencher um cargo na sua empresa nem sempre é fácil. Desde a criação de um anúncio, procura por candidatos, triagem e até a seleção, é um caminho extenso. Mas ele não precisa ser doloroso.

O anúncio de vaga é a etapa principal da seleção. É nela que você dará as informações essenciais sobre a sua vaga, para que os candidatos entendam as funções que poderão exercer, se eles se encaixam no perfil, e que os convence se aplicar para a vaga. Afinal, sem candidaturas, não há seleção.

Ok, mas como escrever um anúncio de vaga incrível?

Selecionamos os elementos e informações essenciais para que a sua vaga, além de ser atraente, seja informativa o suficiente para evitar candidatos que se cadastram, mas não tem nada a ver com a área:

 

COMO CRIAR UM ANÚNCIO DE VAGA PERFEITO

 

Título da vaga

É com o título que o(a) candidato(a) escolhe ou não se quer abrir a oportunidade e ler a descrição da vaga. Aqui vão algumas recomendações para criar um título que atraia candidatos ideais:

1. Use títulos precisos

Títulos compridos podem afastar os candidatos. Informe o cargo que será ocupado e deixe os detalhes da vaga para a descrição.

✕: Analista de Marketing Expert em E-mail Marketing para Agência de Publicidade em São Paulo
✓: Analista de Marketing

2. Evite termos enigmáticos

Para a hierarquia de muitas empresas, faz todo o sentido o título da vaga ser “Repórter II”, mas para muitas pessoas, pode ser confuso e até atrapalhar durante busca. Prefira os termos Júnior, Pleno ou Sênior, que são mais gerais e de conhecimento público.

✕: Analista de Performance III
✓: Desenvolvedor(a) PHP Pleno

3. Escolha nomes claros para a função

Quando publicar um nome da vaga, pense como um candidato: você procuraria em plataformas de vagas por “Vendedor Top de Linha” ou “Representante de Vendas”? Prefira também títulos que descrevam o cargo que o candidato irá ocupar ao invés das tarefas que irá realizar.

✕: Redator/Jornalista para jornal e site
✓: Redator(a)

4. Cuidado com nomes “engraçadinhos”

Muitas empresas acrescentam termos divertidos, como reflexo do perfil e dos valores da empresa (como Programador Ninja ou Analista de SEO Fera), e não há problema algum nisso! Só tome cuidado para não soar bobo, confuso, tirar a credibilidade ou prejudicar a pesquisa pelo nome da vaga.

OBS: Cuidado com o peso das palavras. Um “Gênio em Programação” é um cara bem f#@& na área, ou seja, deveria receber um salário igualmente f#@&.

 

5. Não coloque mais de um cargo no título

Além de prejudicar as candidaturas, passa a ideia de que o candidato vai preencher uma vaga que na verdade deveriam ser vários cargos. Se você procura, por exemplo, alguém que entenda de Design e Programação, talvez o nome certo seja Web Designer.

✕: Designer / Programador / Conteúdo
✓: Web Designer Pleno
✓: Desenvolvedor(a) Front-end Sênior
✓: Redator(a) Freelancer

DICA: Confira nossos Guias de Profissões para conferir nomes de cargos mais precisos para a vaga que você vai anunciar

 

6. Considere títulos alternativos

Para adequar sua oportunidade à busca dos candidatos, se coloque no lugar deles. Lembre-se de considerar as seguintes questões:

– Quais termos são os mais procurados por candidatos na área?
– Há títulos alternativos para o trampo que as pessoas possam utilizar para descrevê-la?
– Profissionais da área conhecem esse cargo por outro nome, mais popular?
– Há abreviações para o título da vaga que muitas pessoas utilizam?
Depois das considerações, selecione os títulos mais populares e relevantes para usar em seu anúncio de emprego.

 

Descrição da vaga

Você acertou no título e profissionais abriram a sua vaga. YES! Agora, é a hora que você precisa despertar o interesse de possíveis candidatos e contar um pouco sobre a sua empresa, ao mesmo tempo que explica tudo sobre as funções do cargo.

A descrição (job description) de um trampo é mais do que detalhes do anúncio de vaga, é um anúncio da empresa para o candidato. É como se os candidatos fossem clientes que você precisa convencer antes de se aplicarem.

 

1. Seja sucinto

“Escrever é a arte de cortar palavras”, já dizia Carlos Drummond de Andrade. Explique resumidamente as atividades que ele irá exercer. Se a lista tem mais de 20 itens, das duas uma: ou o candidato vai se aplicar sem ler até o final, ou terá medo de se candidatar e ter sobrecarga de funções.

 

2. Torne a descrição atraente

Torne o texto chamativo para que o candidato entenda mais sobre a empresa e porque seria legal trabalhar nela. Ninguém vai comprar que a empresa é bacana e moderna se a linguagem for séria demais – e vice-versa.

Conte também sobre a importância do cargo. Lembre-se: o(a) profissional quer saber de que tipo de empresas e realizações ele fará parte – algo que tenha propósito e significado. Aborde as principais funções e responsabilidades do trampo, mas, também, mencione como isso contribui para a missão da empresa.

 

3. Seja honesto

Não é porque a descrição tenha que ser atraente que você possa florear demais o anúncio. A única forma de garantir que você vai atrair é sendo direto em relação a função que irá ocupar e atividades que irá exercer, evitando eufemismos.

✕: Goste de trabalhar duro
✓: Pode precisar viajar a trabalho

4. Otimize a descrição para ferramentas de pesquisa

Para ser encontrado com mais facilidade, lembre-se que nem todos os candidatos procuram pelos mesmos termos. Se necessário, utilize o Google AdWords para identificar as melhores palavras-chave para sua descrição.

✕: profissional de vendas
✓: profissional para vendas de serviços financeiros

Tenha em mente que quanto mais genérica forem as palavras-chave, mais a sua descrição da vaga irá competir com a de oportunidades similares. Outros tipos de frases-chave a serem consideradas:

– Frases de campanhas de marketing que sejam familiares aos candidatos.
– Ferramentas, softwares ou acrônimos importantes para o cargo e para a empresa.

 

Requisitos

Aqui vão as características e qualificações que diferenciam o candidato ideal dos demais. Os requisitos podem incluir:

  • Conhecimentos técnicos
  • Educação necessária
  • Conhecimentos de ferramentas e recursos específicos
  • Certificações
  • Experiência necessária

Confira algumas dicas para descrever os requisitos que vão te ajudar a encontrar o candidato ideal (e o que evitar):

1. Saiba quais requisitos você pode exigir

Talvez esse seja o item mais importante de todos. Quando pensamos nos requisitos, geralmente pensamos no candidato perfeito e descrevemos essas características. Mas tome cuidado para não incluir requisitos proibidos por lei.

“Não é permitida a publicação de itens discriminatórios nos anúncios de emprego, tais como sexo, idade, raça, religião, condições de saúde, opção sexual, opinião política, nacionalidade, origem social, restrição creditícia ou comprovação de experiência profissional superior a seis meses”.

2. Requisitos são só a primeira triagem

Requisitos são as condições minimamente aceitáveis para que a pessoa possa desempenhar a função na sua empresa, e não a descrição do candidato perfeito. Para características diferenciais, prefira o campo desejável.

EXEMPLO: Se você escreve nos requisitos “Experiência na área de Varejo”, mas encontra um profissional perfeito sem essa experiência e o contrata, quer dizer que não era um requisito, e você pode ter eliminado outros profissionais bons e dificultado sua triagem a toa.

Não pense que está exigindo pouco, e sim que você ainda não está escolhendo o candidato final, só eliminando aqueles que não seriam bons para a vaga. Ainda haverá outras etapas para selecionar o ideal.

 

3. Personalidade =/= requisitos

Cuidado para não exigir como requisitos uma personalidade específica. Muitas vezes vemos nos requisitos “Pessoa entusiasmada, bem humorada e positiva”. Isso realmente é um requisito, ou você contrataria uma pessoa séria se ela tivesse as qualificações necessárias?

Geralmente, esses requisitos são eufemismos que expressam o que esperamos das pessoas que gostaríamos de ter em nosso local de trabalho, mas nem sempre as mais qualificadas para o job. Opte por colocar isso na descrição a cultura da sua empresa, e naturalmente você vai atrair candidatos que se identifiquem com essas características.

 

4. Cuidado com expectativas irrealistas

Ao descrever um(a) profissional ideal para a nossa empresa, queremos o(a) melhor de todos. Mas cuidado para não criar um Frankenstein – por exemplo, um(a) Engenheiro da Computação que fale 4 idiomas, tenha 10 anos de experiência na área, domine Marketing Digital, manje de finanças, faça trabalho voluntário e toque violino. A realidade é que podem existir poucas (ou nenhuma) pessoas que atendam a todos esses requisitos.

COMO EVITAR:

Tente pensar em alguém real que preencha todos eles. Se você não conhece ninguém, isso serve de aviso. Tente imaginar como seria este candidato, suas experiências, e onde essa pessoa seria encontrada. Se essa pessoa soa irreal, então ela provavelmente não existe. Repense se essa vaga na verdade não seriam duas (ou até mais).

 

5. Não peça para o candidato se auto-avaliar

Colocar nos requisitos que busca um profissional que “trabalhe duro” não vai evitar que os preguiçosos de plantão se candidatem. Pessoas impacientes e sem empatia nunca vão admitir que não são amáveis e que são ruins com clientes.

Há coisas a serem avaliadas na entrevista, através de testes, dinâmicas e resultados de trabalhos anteriores. Não basta perguntar ou descrevê-las no anúncio de emprego, porque as pessoas não vão cumprí-las.

 

6. Use critérios objetivos

Qualquer que seja sua descrição, ela tem que ser algo que o candidato possa comprovar. No lugar de “muita experiência em vendas”, peça algo do tipo “fechou mais de cinco vendas com grandes empresas”. Em vez de “habilidade de gerenciar grandes equipes” você poderia dizer “gerenciou equipes com mais de 10 pessoas em grandes projetos”.

Uma boa regra é se livrar de todos os adjetivos: palavras como “muito” ou “excelente” deveriam dar lugar a frases que incluem números específicos ou qualidades para definir a que eles se referem.

 

Desejável

Lembra de tudo que mencionamos acima não ser essencial? É aqui que você pode incluir as informações que não eliminam candidatos de primeira, mas que dá um baita impulso para suas candidaturas.

POR EXEMPLO:

– Certificação em Google Analytics, para um profissional de Social Media
– Conhecimento em outras linguagens de programação
– Ter fácil acesso a cidade / região da empresa
– E, até mesmo, atitudes essenciais para a vaga, tipo “Lidar bem com prazos e saber trabalhar sob pressão”

 

Sobre a empresa

É aqui (e numa breve busca no Google) que o candidato descobre quais valores ele e sua empresa têm em comum. No trampos.co, esse descritivo aparece no canto direito de todas as vagas, então não é necessário incluí-lo novamente a cada anúncio.

Este campo é a sua oportunidade de dizer ao candidato o que torna sua empresa única. Seja breve mas conte uma história sobre quem é a empresa e por que as pessoas gostam de trabalhar lá. Inclua algumas razões reais do porquê as pessoas deveriam escolher sua empresa. Você tem uma cultura empresarial diferenciada? Seja preciso quando descrever a empresa, e não se esqueça de manter o cadastro atualizado!

 

Local de trabalho

A informação do local de trabalho é essencial na procura de um candidato por uma oportunidade. Além de ser um decisivo para saber se a empresa está a uma distância viável, a inclusão do endereço diferencia as vagas reais de spams e dá a certeza para candidatos de que a empresa e a oportunidade são reais.

Por isso, certifique-se de incluir o endereço físico na vaga. Se você têm múltiplos endereços, opção de Home Office ou vagas que requerem viagens, pode incluir essas informações na descrição.

 

Salário

Incluir a faixa salarial vai ajudar a se destacar na competição por candidatos qualificados. Também é uma forma de pré-selecionar os candidatos. Seja honesto sobre a faixa salarial da sua oportunidade. Você sempre pode negociar o salário na etapa de entrevistas.

Se você tiver dúvidas qual seria a faixa salarial ideal para uma vaga, confira os nossos Guias de Profissões! Lá, fazemos uma média dos salários oferecidos no trampos, desde estagiários até seniores na área.

 

Benefícios

Aqui você pode incluir os benefícios tradicionais (garantidos pela lei), como vale-transporte, vale-refeição, e os não tradicionais (ou seja, diferenciais que sua empresa propõe) como dia de folga no dia do aniversário, creche no local, massagens e yoga in company. Eles são um baita de um diferencial – e até um incentivo – para que o candidato perfeito escolha sua empresa e não outra.

Salário ou bolsa-auxílio compatíveis com o mercado não são considerados benefícios. Afinal, isso quer dizer apenas que está oferecendo uma remuneração que paga o que o profissional vale, de acordo com as suas qualificações e horas aplicadas na função.

OBS: Evite usar “benefícios a combinar”: ou a vaga oferece benefícios, ou não. Se eles são negociáveis, descreva-os como tal e acerte os detalhes durante a entrevista.

 

Instruções adicionais

Como se candidatar

Seja claro em relação às instruções para não eliminar bons candidatos por acidente. Por exemplo, se ele precisa também preencher uma ficha com os dados, ou fornecer seu e-mail e contato telefônico, explicite.

 

Perguntas adicionais

A inserção de perguntas na vaga ajuda a filtrar candidatos aventureiros ou fora do perfil. As respostas vão te ajudar a conhecer melhor os profissionais e, ao mesmo tempo, fazer com que aqueles que não estão verdadeiramente interessados já sejam eliminados. Você pode fazer perguntas bem específicas para atingir o que quer, ou questões comportamentais para conhecer o perfil dos profissionais antes mesmo de uma segunda etapa

  • Seja direto

Às vezes, a melhor forma de descobrir se as características e qualificações do candidato correspondem às da vaga, é perguntando.

EXEMPLO:

“Você se sente confortável gastando um dia inteiro conversando com clientes descontentes e rudes ao telefone?” É muito melhor do que “excelente habilidade de comunicação com o cliente”. Isso diz ao candidato o que envolve a vaga e uma resposta positiva a uma frase desse tipo é uma prova de confiança nessa habilidade em particular.

A propósito, essa é uma boa hora para perguntar coisas como “você é elegível para trabalhar no país X?” ou “você está disponível para começar no dia X e ser realocado se necessário?”. Lembre-se, requisitos são uma ferramenta de triagem e, se você fizer as perguntas certas, candidatos não qualificados provavelmente não se aplicarão.

 

Com todas essas dicas, você poderá criar o anúncio vaga perfeito e conseguir os candidatos ideais para preenchê-la!

Pronto para anunciar? Nós te ajudamos ;)

Encontre o profissional ideal com nossas ferramentas

Divulgue, Gerencie, Contrate. Conheça nossa plataforma de publicação de vagas e encontre o candidato ideal.

DEIXE UM COMENTÁRIO