analista de sistemas

O(a) Analista de Sistemas é o(a) profissional responsável por todo o gerenciamento da tecnologia de informação de uma empresa. Isso significa que ele tem como principal função analisar e estudar as melhores, mais eficientes e racionais formas de processar informações. Ele(a) desenvolve soluções para os problemas e necessidades da empresa, relacionados à conexão entre computadores, usuários, programas e equipamentos.

Leia também:
» Guia de Profissões: Arquiteto(a) da Informação
» “Não tenha medo de programação. O código é só mais uma forma de imprimir o design”
» Como parar com o planejamento excessivo (mesmo sendo perfeccionista)

Sua atuação inclui a criação, otimização ou implementação de serviços e produtos computacionais inovadores, para garantir o bom funcionamento e a manutenção de sistemas informacionais utilizados pelas empresas. Tudo isso, para otimizar o tempo gasto em tarefas, facilitar a utilização de recursos e informações, identificando e solucionando os requisitos da empresa e de clientes.

O QUE FAZ?

O(a) profissional Analista de Sistemas têm diversas funções, que podem ser divididas nas áreas principais: o desenvolvimento de software, infraestrutura e gerenciamento da informação.

Dessa forma, o(a) Analista de Sistemas é responsável por atribuições que incluem a documentação, desenvolvimento, testes e evolução de sistemas; soluções  e integração de hardware e software; gerenciamento de banco de dados, gerenciamento de redes de pequeno e médio porte; projetista e desenvolvedor de programas; consultoria de equipamentos, programas e processos. Ele também pode atuar com o suporte aos usuários, armazenamento, disponibilização e recuperação de informações, administração de projetos e gerenciamento de processos de uma empresa.

QUANTO GANHA?

Conforme os dados das oportunidades divulgadas no trampos.co, o salário de um Analista de Sistemas Júnior varia entre R$ 1.500 e R$ 2.500. O profissional Pleno pode receber em média R$3.000 a 5.000. Oportunidades de nível Sênior têm remuneração de até R$ 7.000.

PERFIL E CARACTERÍSTICAS DO PROFISSIONAL

O(a) profissional Analista de Sistemas geralmente é graduado em algum curso superior na área de tecnologia, principalmente nos cursos de Sistemas da Informação, Ciência da Computação ou Análise e Desenvolvimento de Sistemas, mas não é necessariamente um requisito.

Ele(a) deve ter grande capacidade de resolução de problemas, capacidade analítica, raciocínio lógico, conhecimento do comportamento do usuário e comprometimento para lidar com projetos. Organização e responsabilidade são essenciais para saber gerar relatórios e produzir documentação de sistemas existentes ou implantados, para controle interno da empresa e de futuros usuários. Conhecimento avançado em banco de dados, inglês e lógica de programação também são requisitos comuns.

Outras características desejáveis são o bom relacionamento interpessoal, para poder se comunicar de forma a entender as necessidades dos usuários, e liderança, para poder gerenciar outros desenvolvedores e analistas em projetos.

MERCADO DE TRABALHO

Este profissional pode atuar em áreas bastante amplas do mercado, sendo requisitados em todos os tipos de empresas: públicas ou privadas, de grande, médio ou pequeno porte e de diversos setores. Ele pode atuar em comércios, serviços, indústrias, órgãos governamentais (e não-governamentais), entre outros locais.

Embora seja uma profissão relativamente nova, cada vez mais empresas sentem a necessidade de ter um(a) Analista de Sistemas. Pesquisas realizadas por universidades de tecnologia mostram que 50 a 75% da demanda na área de computação é destinada a profissionais de Sistemas da Informação. Por isso, um profissional que se atualiza constantemente e fica por dentro das mudanças do mercado, dificilmente fica parado.

Colabore com esse material e com os futuros profissionais compartilhando suas experiências nos comentários abaixo. Veja mais posts sobre Guia de Profissões.

Confira os trampos na área

DEIXE UM COMENTÁRIO