2016-11-16_assistente-de-arte

O Assistente de Arte é o braço direito do Diretor de Arte, um profissional capaz de seguir orientações e de ter ideias impactantes. A posição é uma ótima opção para aqueles que desejam iniciar uma carreira na área criativa.

Leia também:
» Guia de Profissões: Diretor(a) de Arte
» 101 filmes para inspirar (designers, criativos, jornalistas e curiosos)
» Uma reflexão sobre mulheres na área de criação

O papel do Diretor de Arte é trabalhar em conjunto com o Redator para criar o conceito de uma campanha publicitária. Dessa forma, o Assistente de Arte é essencial para o andamento da criação, já que ele executa boa parte das ideias decididas após a leitura do briefing.

O QUE FAZ?

A principal tarefa de um Assistente de Arte é auxiliar o Diretor de Arte no desenvolvimento de conceitos visuais, peças e campanhas online e/ou offline, dependendo do foco da agência de comunicação. Tudo que compõe o processo de criação faz parte das tarefas desse profissional, como procurar referências e elaborar os primeiros rascunhos.

Entre os trabalhos mais técnicos, o Assistente manipula, altera e corrige imagens, além de adaptar as peças para vários formatos. Diagramação e arte finalização estão entre as últimas etapas realizadas pelo profissional. Por fim, muitas vezes o Assistente também é responsável pela criação de peças complementares às campanhas.

QUANTO GANHA?

Conforme os dados das oportunidades divulgadas no trampos.co, a faixa salarial de um Assistente de Arte Júnior varia entre R$ 1.500 e R$ 2.000. Já os salários para profissionais de nível Pleno podem chegar a R$ 3.000.

PERFIL E CARACTERÍSTICAS DO PROFISSIONAL

Profissões relacionadas à arte exigem candidatos criativos e com boa bagagem cultural. Assim, o profissional analisa tendências de mercado com mais facilidade. Agilidade e comprometimento com prazos são requisitos importantes para lidar com o fluxo de trabalho.

Assistentes de Arte que atuam com mídia offline devem ter conhecimento em fechamento de arquivos para impressão. Esse tipo de material varia desde anúncios para revistas até embalagens que necessitam de facas específicas. Já os profissionais do mundo digital devem conhecer os diversos formatos disponíveis para a publicação de uma campanha.

O pacote Adobe é unanimidade na lista de exigências, principalmente Photoshop, Illustrator e InDesign. Outros softwares artísticos, como o After Effects, são considerados diferenciais interessantes. Em geral, os profissionais são formados em Publicidade e Propaganda, Design e Comunicação Social. Para que todas essas características fiquem nítidas ao recrutador, monte um portfólio com seus melhores trabalhos.

MERCADO DE TRABALHO

Fazer parte de um time de criação é o sonho de muitos estudantes de Publicidade, mas o mercado pode estar um pouco saturado. As vagas em grandes agências estão mais escassas quando comparadas a outras áreas, como Desenvolvimento, por exemplo. Mas é possível encontrar boas oportunidades em agências mais novas, que buscam por profissionais dispostos a crescer com a empresa.

Vale lembrar que as agências não são as únicas organizações que necessitam de um Assistente de Arte. Editoras, portais online e outros veículos de comunicação também buscam candidatos para essa função.

Colabore com esse material e com os futuros profissionais compartilhando suas experiências nos comentários abaixo. Veja mais posts sobre Guia de Profissões.

Confira os trampos na área

DEIXE UM COMENTÁRIO