Dê o upgrade que seu currículo está precisando

currículo: dicas para melhorar

O currículo é o seu cartão de visitas. Através dele é realizado o primeiro contato com seu possível empregador. Por isso, é fundamental passar uma boa impressão nesse momento. O currículo é capaz de definir se você será chamado (ou não) para uma entrevista.

Um currículo mal organizado, sem diagramação e com erros de português, jamais o transformará em candidato forte – mesmo que sua formação e as experiências profissionais sejam bacanas. É preciso, portanto, unir forma e conteúdo, fazer com que a aparência do seu currículo esteja à altura de sua experiência e competência.

Quer saber como? Confira, a seguir, nossas dicas de ouro para melhorar e dar o upgrade que seu currículo precisa.

ORGANIZAÇÃO DE DADOS

Em primeiro lugar, você deve saber em quais tópicos o currículo deve ser dividido para conter suas informações essenciais. São os seguintes:

  • Dados pessoais: nome completo, idade, endereço, telefones e e-mail. O básico para o recrutador conseguir fazer contato. Tudo prático e, claro, atualizado!
  • Objetivo profissional: em linhas breves e em um único tópico, escreva sobre o cargo profissional ou a área que deseja ocupar na empresa.
  • Habilidades e competências: faça uma lista de sua skills, colocando as informações positivas sobre sua carreira e experiências adquiridas.
  • Formação escolar ou acadêmica: uma listagem com a formação deve ser feita começando da mais recente e indo à mais antiga, com nome da instituição, início e término do curso (ou previsão de término, se ainda estiver cursando). Não há necessidade de mencionar os nomes das instituições de ensino médio e fundamental.
  • Experiência profissional: comece da mais recente para a mais antiga e informe nome da empresa, cargo ocupado, ano de admissão e saída. É possível colocar suas responsabilidades e atribuições, bem como promoções e resultados positivos obtidos.
  • Cursos extracurriculares: palestras, cursos de curta duração, workshops, cursos de idiomas e de ferramentas pode ser listados neste tópico.
  • Outras informações: também é possível informar atividades que agregam valor, como intercâmbios internacionais, projetos acadêmicos e trabalhos voluntários.

DICAS GERAIS

Estas são dicas básicas, mas que às vezes não são lembradas. Muitas delas sanam dúvidas decorrentes de candidatos. Confira:

  • O endereço de e-mail utilizado deve ser profissional e formal. Evite apelidos ou nomes no diminutivo;
  • O currículo deve ter, de preferência, no máximo 2 páginas;
  • Para cada trampo pretendido é necessário modificar o currículo, principalmente os tópicos “habilidades e competências” e “objetivos profissionais“;
  • Não há necessidade de incluir sua foto, somente se for exigida pela empresa;
  • Evite falar na primeira pessoa. Ao invés de “eu coordenei atividades”, prefira “coordenação de atividades”;
  • Inclua a pretensão salarial apenas se for solicitado pela empresa;
  • Não é necessário mencionar os motivos de saída ou demissão de empregos anteriores;
  • Se você não estiver seguro com seu português, peça para um profissional fazer a revisão ortográfica e gramatical do seu currículo;
  • Exceto se você for designer e estiver seguro de criar um CV estilizado, utilize fontes tradicionais. Nos títulos e tópicos, use negrito ou caixa alta;
  • JAMAIS minta no seu currículo, pois no momento da entrevista qualquer informação pode ser conferida e certificada. Confie, antes de tudo, na sua formação e experiências reais.

Já está pronto para um update no seu currículo? Confie em si mesmo e boa sorte!

Atualize seu currículo no trampos

Atualizado por: Leticia Remigio

DEIXE UM COMENTÁRIO