Pesquisa: Impeachment e os profissionais de comunicação

2016-04-18_sobre_impeachment1

Pesquisa: Impeachment e os profissionais de comunicação
Realização: trampos.co
Ano: 2016

Entre os dias 14 e 18 de abril, o trampos.co realizou uma pesquisa com os profissionais da área da Comunicação com a questão central sobre ser favorável ou não ao processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. O resultado mostra que os profissionais não concordam com a decisão do Congresso Nacional, realizada em votação no domingo, 17 de abril. Além disso, os entrevistados se manifestaram otimistas com o cenário dos próximos dois anos. Confira os resultados dos dados colhidos:

Leia também:
» Infográfico: Pesquisa sobre o Freelancer Brasileiro | 2015
» O perfil do Social Media brasileiro | 2ª edição
» Você tem certeza que quer ser gerente?

A maioria (68,79%) dos 311 respondentes é contra o processo, 22,82% a favor e 8,39% neutros. A aceitação em uma possível renúncia é maior. 28,19% responderam a favor e 61,74% contrários.

Qual é a sua opinião em relação ao Impeachment?

Quando questionados sobre o movimento do mercado, a maior parte (36,58%) acredita que é provável que haja um aumento na oferta de emprego nos próximos dois anos. Metade também considera que o cenário econômico vai melhorar no período restante do mandato da presidente.

Você acredita que a oferta de emprego nos próximos dois anos aumentará?

Os mais jovens (21 a 30 anos) são os que se mostraram mais contrários ao impeachment. Enquanto os mais velhos, na faixa de 31 anos em diante, são favoráveis.

Impeachment por Idade

78,83% dos profissionais que atualmente estão como colaboradores em empresas, da área de Comunicação ou não, são contra o processo. Freelancers também, em maioria (79,25%), estão em desacordo com a decisão da Câmara de Deputados. Já os empresários, apensar de terem uma maioria que também não concorda com o impeachment, tiveram o maior número (37,84%) de favoráveis quando comparado com as demais categorias.

20160420-trampos-pesquisa-tutano-impeachment-5

Na situação de desempregados, 60% de quem é a favor do impeachment acredita que a oferta de emprego vai melhorar com a saída da presidenta. Os empresários que se disseram contra também confiam em um crescimento no número de vagas.

Expectativa em relação à oferta de emprego

A pesquisa foi realizada por meio de formulário online e divulgado em páginas/grupos nas redes sociais. O objetivo era entender o que pensam os profissionais da área a respeito do tema.

O trampos.co autoriza a reprodução desse conteúdo desde que contextualizado e informando o link de origem deste post.

Confira outras pesquisas já realizadas pelo trampos.co

DEIXE UM COMENTÁRIO