Red Bull convida desenvolvedores para residência hacker

redbullstationsp

A Red Bull divulgou o edital para mais uma edição do Red Bull Basement, um programa de residência hacker direcionado a coders, programadores, makers e desenvolvedores. Com inscrições até 26 de agosto, o projeto possibilita colocar em prática ideias que aproveitem a tecnologia para melhorar a cidade.

Serão selecionadas cinco pessoas para participar da imersão de doze semanas a partir de setembro. Todos receberão uma ajuda de custo semanal entre R$ 375,00 (para quem é da capital) e R$ 500,00 (fora da capital), além de R$ 4.000,00 para as despesas com o projeto, mediante comprovação dos gastos.

Os escolhidos também terão à disposição material como placas Arduíno, sensores, impressoras 3D, giroscópios e acelerômetros para utilizar em testes ou na prototipagem.

Em paralelo à residência, também acontece dos dias 21 a 23 de agosto o festival aberto ao público. O evento vai reunir desenvolvedores de software, designers, urbanistas, artistas digitais e pesquisadores para discutir ideias e construir protótipos juntos.

A programação inclui workshops, hackathon, debates e noite hack. Todos encontros são gratuitos, mas algumas atividades exigem que o interessado submeta inscrição.

Tanto o festival quanto a residência ocorrem na Red Bull Station (sempre com programação interessante), que fica na Praça da Bandeira, no centro da capital paulista. A antiga subestação de energia da década de 20 também é um espaço para projetos experimentais de artes e música.

A imagem é de divulgação.

DEIXE UM COMENTÁRIO