O quanto jornalistas e editores precisam saber sobre SEO?

Quais técnicas de SEO jornalistas e editores realmente precisam saber? | tutano

Quanto conhecimento em SEO um jornalista precisa? É uma parte essencial da área no mundo moderno, ou nós só deveríamos nos preocupar em escrever bons textos.

No meu ponto de vista, cuidando do conteúdo do tutano, posso garantir que tem um papel essencial na plataforma. Além disso, se for para escrever sobre SEO (como já fizemos várias vezes), pelo menos precisamos saber do que estamos falando.

Leia também:
Um guia de SEO para jornalistas e equipes editoriais
Guia de Profissões: Profissional de SEO
Infográfico: por que conteúdo para SEO?

Eu vejo SEO como uma habilidade essencial para jornalistas modernos e redatores web, porque ele te ajuda a escrever para públicos digitais de forma eficaz e garante que seu conteúdo chegue até o público-alvo. 

Antes de tudo, vamos ser claros: a qualidade do conteúdo é muito mais importante que otimização. Se o artigo é uma droga, não há técnicas de SEO que salvem. A habilidade de escrever é o mínimo.

Agora que esclarecemos isso, vamos ao ponto: SEO é sobre dar ao conteúdo que você criou e ao site onde você escreve a melhor chance nas ferramentas de busca. Tudo não depende do jornalista, mas eu acho que seria bom saber ao menos um pouco sobre isso. É uma forma de garantir sua carreira para o futuro.

As tarefas de SEO que editores e redatores não precisam fazer

Eu acho que uma compreensão mínima de SEO e como ele funciona é útil para editores, mas há áreas onde um especialista interno ou externo no assunto será a melhor opção.

Segundo Kevin Gibbons, diretor de Marketing da agência digital Blueglass, e colaborador do Search Engine Watch:

“Muito do SEO para mídia e publicadores tem uma tendência a ser mais técnico, como otimização de páginas de categoria, valorização de links internos, estrutura de marcação on-page, análise de crawling e indexação, criação de mapa de site e Google News, etc… É um conjunto de habilidades diferente, com os quais editores não precisam se preocupar, mas são igualmente importantes na obtenção de resultados.”

 

Então, o que escritores e editores precisam saber sobre SEO?

Aqui vão algumas sugestões do que eu acho que é importante, depois vou deixar os especialistas trazerem suas visões.

Como escrever manchetes (para web)

Manchetes escritas para a web, diferente das para mídia impressa, sempre devem ser atrativas e descritivas. E, é claro, precisam considerar as palavras-chave escolhidas. Os editores nem sempre conseguem providenciar tudo isso, então se redatores puderem contribuir aqui, ou se for um processo colaborativo, melhor ainda!

O novo mundo ousado das manchetes para jornalismo digital tem perdido a arte dos trocadilhos por conta da otimização SEO, mesmo que ainda haja bastante espaço para eles offline (como faz o Jornal Meia Hora).

Mas, se você conseguir fazer uma manchete utilzando técnicas de SEO e ainda colocar uma brincadeira no título (caso seja coerente e não ofensivo, claro), você tirou a sorte grande.

Imagem relacionada

 

Uso de palavras-chave

Eu tenho uma lista de palavras-chave e frases relacionadas ao tema principal do site, e também dos produtos que oferecemos – eventos, workshops, cursos e pesquisas – para sempre lembrar de usar. Quando escrevemos nossas manchetes ou criamos links, essas palavras-chave precisam ser consideradas (e monitoradas) com o passar do tempo.

A estratégia de alocar páginas alvo (ou hub pages) para cada tópico e palavra-chave é uma forma ótima de valorizar links internos e evitar que páginas diferentes compitam entre si nos rankings.

Redatores não necessariamente precisam ser envolvidos no planejamento de palavras-chave, mas seria melhor se compreendessem essas técnicas, até para facilitar a escrita.

 

Links

Escritores, redatores e jornalistas devem linkar para fontes externas, quando estiverem citando uma frase de uma pesquisa, ou talvez quando falar sobre um produto, empresa ou website. Isso dá credibilidade ao tópico em questão, como se afirmasse que houve pesquisa e há referências para o que está sendo afirmado.

Também é muito importante prestar atenção na localização dos links e usar texto ancorado (que nada mais são do que textos com link, como esse aqui).

Apesar da estratégia de links ser uma função mais dos editores, uma compreensão do funcionamento de links internos pode ajudar e muito. No mínimo, jornalistas devem ser encorajados a colocar links em artigos relacionados no mesmo site, para ajudar tanto o leitor quanto o próprio site.

Editores, por sua vez, devem entender quais páginas precisam ser melhor posicionadas e qual termo é melhor para os textos ancorados, etc.

 

Trabalhar com a equipe de SEO

Editores também podem trabalhar lado a lado com a equipe de SEO para traçar uma estratégia muito bem definida. Como Kevin Gibbons diz,

“a função do editor deve ser construir o planejamento editorial conforme acharem adequado, e manter jornalistas focados em contar as melhores histórias que puderem para seus leitores.”

 

Opinião dos especialistas

O quanto jornalistas, bloggers, editores e redatores para web realmente precisam saber sobre SEO?

 

Sobre jornalistas e redatores

Kelvin Newman

Kelvin Newman é fundador e diretor de Marketing da Rough Agenda, a companhia por trás da excelente conferência BrightonSEO

Eu acho que qualquer pessoa trabalhando para uma empresa online precisa ter uma compreensão básica de como o Google funciona, fatores-chave do ranqueamento, como fazer pesquisa básica de palavras-chave, etc. Se eu fosse contratar um jornalista, eu gostaria de alguém que se importasse em alcançar o máximo de audiência possível. Se eles genuinamente se importam com isso, vão se preocupar em escrever de uma forma similar aos termos que as pessoas procuram. Eles precisam ser especialistas em SEO? Claro que não, mas gostaria que fossem inquisitivos o suficiente para saber o que seu público potencial está interessado. E é isso que pesquisa de palavra-chave dá a você”

 

Kevin Gibbons

Kevin Gibbons é diretor de Marketing da agência digital Blueglass, e colaborador do Search Engine Watch

Eu definitivamente acho que ajuda muito se jornalistas souberem escrever conteúdo para SEO – por exemplo como usar palavras-chave em manchetes e no corpo do texto de seus artigos. Porém, eles não devem ficar presos a isso – basta escrever de uma forma que just try to write in a way that is likely to resonate with readers the best, being descriptive and using their natural language and you shouldn’t go too far wrong.

 

Sobre editores

Kelvin Newman

A tarefa de um editor é dar a direção de uma publicaçaõ. Quando trabalhei em uma revista de um cliente, os melhores editores instintivamente sabiam o que seus públicos queriam. SEO ajuda a aprimorar esse instinto. Eu não espero que um editor dite as palavras-chave para os jornalistas, mas eles podem ajudar a recolher informações, como por exemplo, se pessoas procuram mais por “Vestidos de casamento na praia” ou “Designers de vestido de casamento”, se editarem uma publicação sobre o assunto. Esse tipo de insight deve ser considerado na percepção editorial.

 

Kevin Gibbons

Eu acho que sempre vale a pena garantir que você tem uma estratégia clara de SEO e de conteúdo voltado a dados. Isso permite a maximização do tráfego por busca orgânica, baseando-se tanto em estratégias de pesquisa a longo-prazo como tendências e tópicos em alta nas redes sociais e nas grandes mídias, o que leva a redação de conteúdos mais ágil.”

Agora que você sabe o que um jornalista e um editor precisam saber, que tal aprender como aplicar técnicas de SEO a seu portal de conteúdo?

Saiba como atrair leitores com o melhor de SEO

Não dependa do click-bait ou das redes sociais para conquistar leitores para seu conteúdo. Saiba como ser encontrado utilizando palavras-chave, ferramentas e técnicas de otimização SEO com quem manja muito do assunto.

quero saber mais sobre o curso!

Ministrante
Isabela Sperandio
Gerente de SEO
Grupo Abril
Publicado originalmente em [Search Engine Watch]. Tradução e adaptação por Tutano.

DEIXE UM COMENTÁRIO