15 truques de Google Analytics para maximizar suas campanhas de marketing

O Google Analytics é a ferramenta gratuita mais popular que você pode usar para medir o sucesso dos seus esforços de Inbound Marketing. Com ela, você pode ver o volume de tráfego do seu site, medir de onde seus usuários estão vindo e para onde estão indo e aprender como e por que seus usuários estão visitando seu site durante um determinado período de tempo.

Leia também:
» Infográfico: como melhorar o marketing com Google Analytics
» 3 dicas básicas que todo mundo precisa saber sobre Google Analytics
» Infográfico: 29 métricas essenciais para Marketing de Conteúdo

Claro, o Google Analytics pode ser tão simples ou tão complicado quanto você quiser que ele seja. Muitos donos de empresas somente arranham a superfície do que é possível dentro do Analytics. Mas, se você quer extrair o máximo dos seus esforços de Inbound Marketing, é hora de ir mais a fundo. Tente incorporar estes 15 truques do Google Analytics na sua campanha:

 

1. Crie metas

Metas são uma das características mais simples para se usar no Analytics, mas elas são, também, uma das mais negligenciadas. Entre em Administrador > Metas > Nova Meta, para criar sua primeira meta. Para muitos sites, a conversão é a meta mais importante, e o Google tem diversos templates disponíveis para medir as conversões de forma eficaz. Uma vez criada, você será capaz de monitorar o progresso das suas conversões em um relance.

 

2. Crie painéis de controle personalizados

Entre em Personalização > Painéis > Criar, para criar seu primeiro painel de controle – você pode ter até 20 painéis ao mesmo tempo. Após selecionar um template, você pode adicionar quantos widgets quiser (os widgets incluem projeções de dados padrão e em tempo real para quase qualquer métrica que você imaginar). Isso é extremamente útil para gerar um relatório consistente ou uma visão de alto nível do seu progresso geral.

1

 

3. Crie alertas personalizados

Nem todo mundo consegue checar o Analytics todos os dias para procurar por atividades incomuns. Por isso que os alertas personalizados são úteis. Entre em Administrador > Alertas personalizados, e você poderá criar um “Novo Alerta” para cada umas das diferentes ações ou comportamentos. Você pode aplicar o alerta para Todo o tráfego, ou apenas um segmento do seu tráfego, e coloque o alarme para avisar quando uma certa métrica aumenta ou diminui drasticamente dentro de um determinado período de tempo. O alerta vai enviar um e-mail ou mensagem de texto quando a condição for alcançada.

 

4. Para de medir você mesmo

Se você se importa com seu site, provavelmente o visita frequentemente para garantir que tudo está funcionando corretamente ou para gerenciar e atualizar o conteúdo. E isso é ótimo! Mas suas visitas podem influenciar a informação de tráfego no Analytics. Para excluir a si mesmo e seus colaboradores dos dados do Analytics, crie um filtro dentro do painel “Administrador”. Se você tem um IP fixo, entre em Filtros > Novo Filtro e estabeleça um Filtro Predeterminado para excluir o tráfego do seu IP.

 

5.  Integre as ferramentas do Google Webmaster

Se você ainda não configurou o Google Webmaster no seu site, eu recomendo fazê-lo. O Google Webmaster fornece visões que o Analytics não oferece, como informações sobre os links que apontam para o seu site, dados de impressão, problemas de indexação, ações manuais de spam e, até mesmo pesquisa orgânica da impressões de palavras-chave e dados de cliques. Se você conectar sua conta do Google Webmaster com sua conta do Analytics, ganhará acesso a novos relatórios como Consultas, Páginas de Destino e Resumo Geográfico.

 

6. Segmente sua audiência

Você talvez tenha múltiplas audiências vindo ao seu site, e é importante distingui-las. Entre em Administrador e selecione Segmentos para montar segmentos personalizados que definem os diferentes grupos de audiência. Nomeie seus segmentos como quiser e monte-os do jeito que quiser. Você pode separar por idade, gênero, linguagem, localização, tecnologia usada para acessar seu site, fonte do tráfego e comportamento do usuário.

 

7. Meça sua velocidade

A velocidade de carregamento do seu site é um fator de classificação para o SEO e pode, também, convidar ou dissuadir novos usuários. Você pode verificar as métricas de velocidade do seu site em Comportamento > Velocidade do site > Visão geral ou em Comportamento > Velocidade do site > Tempo na página, se estiver interessado em como as páginas individuais do seu site estão executando. Esta seção pode te ajudar a identificar e diagnosticar quaisquer problemas com sua velocidade de carregamento.

velocidade

 

8. Verifique se há diferenças entre navegadores

Seu site pode ser melhor configurado para diferentes navegadores, e o Google Analytics oferece a oportunidade perfeita para checar a necessidade disso. Entre em Público >  Tecnologia > Navegador e sistema, para ver o tempo de carregamento e taxa de rejeição para cada navegador que visitantes usam para acessar seu site. Se algum navegador apresentar dados ruins, pode ser uma indicação de algum erro no carregamento ou problema de formatação.

navegador

 

 

9. Tenha uma visão em tempo real

Entre em Tempo Real > Visão Geral, para ver as métricas do seu site enquanto elas acontecem. Você será capaz de ver quantos usuários estão no site, como eles estão acessando e de onde eles vieram. Só não fique louco tentando monitorar isso: é meio viciante de se assistir.

 

10. Veja o fluxo de comportamento

Entre em Comportamento > Fluxo de comportamentos, para ver um belo (senão complicado) mapa do comportamento dos seus usuários. Apesar dele parecer excessivamente complexo no começo, você pode diminuir o escopo utilizando o menu para selecionar diferentes variáveis. Esse gráfico pode oferecer uma grande compreensão de como e por que seus visitantes estão usando seu site.

 

 

11. Acompanhe suas campanhas de e-mail

Primeiro, entre em Administrador > Definições personalizadas > Métricas personalizadas, e crie uma nova métrica chamada “Abertura de e-mails” com formato Integer, valor mínimo igual a 0 e máximo igual a 1. Ative-a e, então, crie um e-mail e cole o seguinte código:

<img src=”http://www.google-analytics.com/collect?v=1&tid=UA-XXXXXXX-YY&cid=*|UNIQID|*&t=event&ec=email&ea=open&el=*|UNIQID|*&cs=newsletter&cm=email&cn=062413&cm1=1″ />

Não se esqueça de substituir “UA-XXXXXX-YY” com os dados da sua conta do Google Analytics.

 

12. Crie URLs de campanhas personalizadas

O Google oferece uma ferramenta gratuita para te ajudar a construir URLs personalizadas para suas campanhas de marketing, então, use isso a seu favor. Você pode identificar cinco parâmetros: fonte, meio, termos, conteúdo e nome da campanha. Após configurar seu link personalizado, você pode usá-lo inteiro ou encurtado, usando ferramentas como o bit.ly (que eu recomendo) – de qualquer maneira, você vai colher os benefícios.

 

13. Analise as pesquisas internas do seu site

Se você tem uma função de pesquisa ativada em seu site, pode usar Comportamento > Pesquisa Interna para analisar os dados sobre o que seus usuários estão pesquisando. Usuários que realizam pesquisas em seu site têm mais probabilidade de conversão do que aqueles que não o fazem. E, ao saber o que seus usuários estão pesquisando, você saberá o que eles querem, permitindo que você publique, estrategicamente, mais conteúdo relacionado a essas pesquisas.

pesquisa interna

14. E-mail de relatórios semanais

Se você não quer mexer manualmente com o Analytics, pode enviar, para si mesmo, um relatório semanal ou mensal por e-mail com a métricas que são mais importantes para você. Primeiro, crie um relatório com um período como “Última Semana” ou “Últimos 30 dias” e clique em “Email” no canto superior esquerdo (ou você pode salvá-lo como um Atalho para verificações futuras ao clicar em “Atalhos”). Você pode definir qualquer número de endereços de e-mail e enviar regularmente no formato de sua escolha.

 

15. Fique atento às atualizações

Este não é bem um truque de Google Analytics, como os outros que destaquei acima, mas é extraordinariamente útil se você for um usuário regular da ferramenta. O Google está, constantemente, liberando novas características e funções para o Analytics, então, vale a pena prestar atenção a essas novas adições à medida em que são lançadas. O Google Analytics tem uma conta de Twitter que é excelente em avisar sobre novas características e aprimoramentos.
Estes truques apenas representam só uma fração das capacidades do Google Analytics.

Coloque-as em uso o mais cedo possível para tirar o máximo de proveito deles em seu site!

 

Quer conhecer Google Analytics a fundo?

Otimize suas campanhas de marketing com Google Analytics

Após este curso, você conhecerá as melhores práticas para utilizar o Analytics, a ferramenta de mensuração de dados mais poderosa e utilizada do mundo digital, e saberá como melhorar os resultados e eficácia das suas campanhas.

Ministrantes
  • Vinicius Marino, Analista de Dados Sr.
  • Bruno Mercadante, Data Engineer

DEIXE UM COMENTÁRIO