Entenda como funciona o universo das agências

2015-08-10_universo_agências-w3haus

Trabalhar em ambiente informal, com pessoas criativas e que sempre procuram saídas originais para os problemas de um cliente é o desejo de muita gente. Em agências de publicidade essas características costumam ser encontradas facilmente.

Mas, afinal, o que a pessoa precisa saber antes de colocar os pés nesse terreno tão inventivo? Quais são os seus principais setores? Como é o trabalho em uma agência? Confira as respostas aqui:

Mantenha-se atualizado

Ficar por dentro do que acontece pelo mundo é uma qualidade essencial para quem trabalha com comunicação. No caso de atuar em agência, é preciso alimentar a mente constantemente com cultura, seja ela de que forma for. O publicitário não pode ter preconceitos. Afinal, qualquer tipo de conhecimento pode fazer a diferença no momento de ter insights e criar uma boa campanha para o cliente.

Quais são os setores de uma agência de publicidade?

Apesar de haver diferentes tipos de agências de publicidade, determinadas áreas são comuns entre todas elas. Confira com qual você mais se identifica:

ATENDIMENTO
O atendimento é quem faz a ponte entre a agência e o cliente, sendo responsável por compreender as demandas do cliente e apresentá-las para a produção e vice-versa.

PLANEJAMENTO
Também conhecido como planner. Esse profissional é responsável por criar a estratégia da campanha ou ação, levando em conta o cenário do segmento, o objetivo e a realidade do cliente. Geralmente é durante o processo da estratégia que surge o direcional criativo que o setor de criação irá evoluir e transformar nas peças da campanha.

CRIAÇÃO
Esse é o setor que coloca a mão na massa. Composta por redatores e diretores de arte, a área de criação é a mais conhecida das agências de publicidade e é de onde vem os trabalhos que são mais fáceis de serem reparados pelo público geral.

CONTEÚDO E SOCIAL MEDIA
É responsável pela estratégia, criação e produção dos materiais utilizados principalmente nos canais proprietários da marca (site, blogs, perfis em redes sociais, etc). No caso do Social Media, pode atuar tanto na produção de conteúdo para essas plataformas quanto na metrificação de resultados.

MÍDIA
Assim como o atendimento é quem faz a ponte entre a agência e o cliente, o profissional de mídia é quem faz a ponte entre a agência e os veículos de comunicação que irão transmitir as mensagens criadas para o cliente. Dessa forma, esse profissional é quem negocia, planeja e compra o espaço publicitário em revistas, emissoras de rádio, TV e internet.

RTVC
Responsável por acompanhar a produção dos materiais e verificar se está tudo dentro do esperado. Precisa conhecer e ter contato com produtoras, diretores de cena e todo tipo de profissional que possa colaborar pelo andamento na produção primorosa de um projeto.

PRODUÇÃO
Depois de prontas, as artes desenvolvidas pelo setor de criação normalmente são enviadas para a área de produção, que é responsável por preparar o trabalho antes de ir para gráficas e veículos eletrônicos e digitais.

BUSINESS INTELLIGENCE
Tem como principal objetivo mensurar o andamento das campanhas e os resultados do que é investido pelo cliente.

TRÁFEGO
A principal responsabilidade é organizar o fluxo de trabalho entre os departamentos. Determinar quem faz, encaminhar o orçamento, etc. Além disso, precisa ser muito atento e ágil na conversação entre todas as áreas.

DESENVOLVIMENTO
Algumas agências terceirizam o trabalho desenvolver campanhas que exigem programação. Mas outras já contam com uma equipe que faz toda a tecnologia de hotsites, aplicativos ou peças online das campanhas. Os profissionais de Web Design, Programação, Suporte Tecnológico, entre outros costumam trabalhar juntos nessa área.

Três perguntas sobre como é trabalhar em agência

Por causa do contato direto com clientes que, muitas vezes, atuam em momentos diferentes daquele das agências, a carga horária pode variar. Muitas agências têm mudado a cultura de ficar até tarde para atender às demandas, porque acreditam que tudo pode ser razoavelmente resolvido dentro das oito horas de trabalho desde que haja organização e planejamento.

Para saber mais sobre como é trabalhar nesse ambiente, confira um bate-papo com Camila Cousseau, Executiva de Planejamento na w3haus, agência que opera em São Paulo e Porto Alegre:

w3haus-Camila_Cousseau-tutano

Camila é Executiva de Planejamento desde 2013 na W3haus

1. Como acontece a integração e conversação entre setores?
Acho que isso varia muito de agência pra agência. O que percebo, é uma preocupação constante em melhorar o processo e a interação entre as áreas para que as entregas aconteçam sempre de maneira alinhada e “redonda”, como dizemos. Pra mim, quanto menos burocrático ou engessado é o acesso e a troca de ideias entre as áreas, melhor é o resultado da campanha ou ação.

2. Qual é a diferença entre trabalhar em uma agência ou no setor de comunicação de uma empresa?
Acho que, em termos de volume, o trabalho é o mesmo. Trabalhar no setor de comunicação requer mais interesse/habilidade com estratégia de negócio, enquanto trabalhar em agência é um exercício diário de criatividade e capacidade de adaptação. Não que a criatividade passe longe do marketing das empresas e/ou que os profissionais de agência não entendam de negócio. Uma expertise é complementar à outra, e quanto mais um profissional conseguir unir os dois conhecimentos, melhor o resultado.

3. Existe um “perfil de agência”?
É difícil definir. Depois de alguns anos em agências, consigo enxergar todo tipo de perfil. Tem espaço para quem gosta e se dá bem com o lado mais prático das coisas, tem espaço para quem gosta do desafio de criar estratégia ou campanhas e também tem espaço para quem tem aptidão com números! Mas acho que o essencial para um profissional que trabalha em agência é ter a cabeça aberta e vontade de fazer/aprender coisas diferentes.

Confira algumas oportunidades para trabalhar em agências.

DEIXE UM COMENTÁRIO