Como fazer uma análise de performance em suas candidaturas

2015-10-19_performance-candidaturas

Buscar uma recolocação no mercado nem sempre é uma tarefa simples, principalmente em tempos de crise, quando as empresas passam a revisar suas estratégias, inclusive em relação à contratação de novos colaboradores.

Leia também:
» 8 segredos dos caçadores de emprego
» Saiba como nos ajudar com uma novidade
» Dicas para melhorar sua carta de apresentação

Nesse cenário difícil, apesar dos esforços, muitos candidatos não são chamados para entrevistas ou não recebem um feedback positivo dos recrutadores — às vezes, nenhum feedback. Nesse caso, é preciso fazer uma análise de performance das candidaturas e avaliar o que deve ser melhorado. Na maior parte das vezes, são detalhes que prejudicam em uma performance melhor. Anote essas dicas e veja se você está cometendo algum desses erros (e fuja deles!):

2015-10-19_performance-candidaturas2

Atenção ao currículo

O bom currículo é fundamental para conquistar uma oportunidade em um processo seletivo. É preciso criar um documento interessante, limpo, com o conteúdo adequado e que destaque suas principais competências. Sempre analise se vale a pena mandar o mesmo documento no qual você foi rejeitado para outras oportunidades ou se não está na hora de mudar (isso também vale para a sua carta de apresentação).

Se você não tem sido chamado para novas entrevistas, vale a pena prestar atenção a esses pontos:

Nome do arquivo
O currículo deve ser salvo com o nome do candidato, assim, fica mais fácil para o recrutador identificá-lo no meio de tantos outros e-mails e arquivos que receber. Arquivos como “currículo” ou “currículo2015”, podem ser facilmente confundidos e deletados.

Gramática
Erros de português são imperdoáveis em um currículo. Então, muito cuidado para que todo o texto esteja perfeito.

Formatação
Escolha uma formatação simples, discreta e elegante. Currículos coloridos demais ou com fontes muito diferentes costumam ser deixados de lado. Mesmo no caso de profissionais da área de Design, é recomendável simplificar.

Informações relevantes e verdadeiras
Nome completo, idade, endereço e contatos são fundamentais em qualquer currículo. Quanto à qualificação profissional, é importante relacionar todos os cursos que você já fez, o nome da instituição de ensino e período. O mesmo vale para as experiências anteriores, incluindo uma breve descrição sobre as atividades e responsabilidades de cada cargo que você ocupou. Já os números de documentos pessoais, filiação, local de nascimento são desnecessários.

Outro fator importante é que as informações precisam ser verdadeiras. Pode parecer bobagem ressaltar, mas uma vez que as mentiras são descobertas, a sua imagem profissional fica bastante arranhada.

Alinhamento entre a vaga e o seu perfil profissional
Avalie sempre se o seu perfil está realmente alinhado à oportunidade em aberto. Nesse caso, é preciso atentar-se para cursos, know-how e nível de experiência exigidos, pois currículos incompatíveis são automaticamente descartados do processo seletivo.

Em outras palavras, encaminhar currículos aleatoriamente não é uma prática interessante e ainda desgasta a sua figura. Tenha certeza: os recrutadores sabem quem são as figurinhas marcadas que mandam sempre o mesmo material para todas as oportunidades da empresa. É preciso frisar que esse é um dos aspectos que mais influenciam na análise de performance das candidaturas.

Objetividade e foco
Se você tem uma bagagem maior, com vivências e conhecimentos diferenciados, elabore um currículo específico, com foco no trampo desejado. Currículos muito generalistas podem não atrair a atenção do recrutador.

Lembrando ainda que esse documento deve ter, no máximo, duas páginas. No trampos.co também sempre destacamos a importância de personalizar a sua carta de apresentação, pois muitos recrutadores já fazem uma triagem pelo resumo que você envia nesse espaço. É importante ser direto e procurar impactá-lo com seu interesse.

Invista no seu perfil profissional no LinkedIn

Muitas empresas usam o LinkedIn para buscar candidatos potenciais, por isso, é fundamental atualizar seu perfil por lá e manter-se ativo. Se você possui poucas conexões nesta rede ou se seu perfil não é muito visualizado, tente compartilhar matérias relevantes, seguir organizações de interesse e participar de grupos de discussão, pois essas são algumas iniciativas que colaboram para aumentar as chances de você se destacar no mercado.

2015-10-19_performance-candidaturas4

Ative o networking

O networking é uma das ferramentas mais importantes para a recolocação profissional, então, avalie como você está construindo e reforçando esses relacionamentos. Além de buscar bons contatos no próprio LinkedIn, procure os colegas e conte a eles sobre a sua disponibilidade, explique o que você está buscando e peça indicações.

Prepare-se para a entrevista

Atualmente, os recrutadores contam com diversas metodologias e recursos para identificação do perfil profissional dos candidatos, como entrevistas estruturadas, testes psicológicos, dinâmicas e simulações. Assim, é fundamental ser verdadeiro. Se após as entrevistas os feedbacks não estão aparecendo, é provável que você não esteja correspondendo. Vejas as nossas orientações:

Conheça o negócio
É fundamental conhecer a empresa antes da entrevista. Vale pesquisar sobre a cultura e os valores da organização e buscar informações sobre o mercado, impactos da crise, concorrentes, produtos e serviços, novas tecnologias, público-alvo e desafios. Para isso, basta ler as últimas notícias, acessar o site e as redes sociais.

Demonstre interesse pela empresa
Quando um recrutador pergunta ao candidato sobre o seu interesse pela oportunidade divulgada, ele sinceramente espera ouvir mais do que um “estou precisando trabalhar e o mercado está difícil”. Essa é a hora de mostrar engajamento e interesse.

Cuidado com a postura profissional
A postura profissional faz toda a diferença durante o processo seletivo. A linguagem verbal e corporal, discrição, educação, gentileza, maturidade e confiança são aspectos valorizados pelos recrutadores. É importante lembrar também que ambientes de trabalho exigem protocolos, por isso, cuidado o gestual, seu comportamento e o tom de voz.

Não faça críticas ou comparações
Jamais faça críticas ou comparações relacionadas a experiências profissionais anteriores, ex-gestores ou colegas de trabalho. Adote sempre uma atitude positiva, com entusiasmo e otimismo.

Após todas essas considerações, é o momento de fazer uma autoavaliação e uma nova análise de performance das candidaturas, corrigindo o currículo e aprimorando o comportamento profissional diante do mercado.

Quer planejar sua carreira e ser mais assertivo?

Reconheça seu momento, suas fraquezas, forças, oportunidades e todos os aspectos da vida que precisam de melhorias para definir seus objetivos profissionais e buscar seus sonhos em um programa online e gratuito liderado pela coach Patricia Andrade.

Ponto de Partida
PROGRAMA GRATUITO DO TRAMPOS ACADEMY PARA IMPULSIONAR SUA CARREIRA E SUA VIDA PESSOAL

DEIXE UM COMENTÁRIO