Razões para envolver o RH no planejamento estratégico da empresa

rh

Em um mercado definido pela competição por talentos, líderes de RH podem, e devem, causar um impacto no resultado final de uma empresa. De recrutamento a desenvolvimento dos funcionários à estratégias de retenção, as equipes de RH são responsáveis por apresentar soluções que contribuam com os objetivos gerais.

Leia também:
» Como o conteúdo pode atrair a nova geração de talentos
» Erros graves para evitar no processo de contratação
» 5 maneiras dos colaboradores ajudarem a encontrar talentos

Para os CEOs, isso significa integrar os líderes de RH às estratégias. Uma pesquisa realizada em julho pela CareerBuilder descobriu que dos 88 líderes que trabalham em empresas com, no mínimo, US$ 50 milhões de receita, 65% concordam que a opinião dos líderes de RH têm mais peso do que nunca. Ainda mais revelador é o fato de 73% dos CEOs terem incorporado dados dos líderes do RH em suas estratégias de negócios, provando que isso não é somente uma teoria.

A grande questão é: Por quê? Por que os CEO’s estão percebendo, só agora, a importância dos líderes de RH neste cenário de competição por talentos? O que faz dessa economia pós-recessão a ponte que liga os líderes de RH ao mundo do planejamento estratégico?

Simplificando, é o discernimento. Os líderes de RH possuem o discernimento e os dados que ajudam as empresas a agilizarem seus processos de recrutamento e a otimizarem seu capital humano. Eles entendem a cultura empresarial e estão envolvidos em construir uma força de trabalho que ajudará a empresa a alcançar seus objetivos. É só uma questão de envolvê-los oficialmente no processo.

Ainda não está convencido? Aqui seguem três razões dos motivos que os CEOs devem considerar para incluir o RH em suas decisões estratégicas a partir de agora:

rh

1. Eles sabem onde está o deficit de competência das organizações

O deficit de competência é um problema real para muitas empresas. Tão real que, de fato, 48% dos questionados no estudo sobre a força de trabalho realizado pela Spherion citam isso como o maior desafio de suas empresas. Essa luta para encontrar talentos que preencham cargos qualificados impede as empresas de alcançarem todo o seu potencial.

Os líderes de RH lidam com esse problema todos os dias. Eles são a linha de frente da batalha por talentos, então eles sabem onde e em quais níveis (auxiliar, analista, executivo) o deficit mais afeta suas empresas. Devido a isso, eles são ativos valiosos quando se trata de planejamento estratégico de curto e longo prazo.

Ao inserirem líderes de RH nas discussões estratégicas, os CEOs são recompensados com recomendações interessantes sobre a escassez de competências em suas empresas e como corrigi-las através de programas de gestão de talento e planejamento de fluxo de pessoal.

Seja criando estratégias de desenvolvimento de talentos, construindo equipes multidisciplinares que ajudem a fortalecer o aprendizado organizacional ou com outras soluções customizadas, os líderes de RH estão em melhor posição para ajudar gestores a realinharem os principais objetivos do negócio e as métricas de sucesso, para resolver a questão do deficit de habilidade em suas organizações.

2. Eles podem ajudar a aumentar a eficiência do capital humano

Em um período em que — de acordo com pesquisa da Gallup — somente um terço dos norte-americanos estão engajados com seu trabalho, o modo como uma empresa gerencia suas pessoas está mais importante do que nunca.

Os bons líderes de RH têm seus dedos no pulso da empresa e sabem porque e onde a rotatividade mais prevalece. Eles entendem que — assim como 57% dos mais de 5.500 líderes de negócios entrevistados no Relatório Payscale de Melhores Práticas 2015 — a rotatividade é um dos maiores problemas enfrentados pelas empresas da atualidade. Por causa da rotatividade ser custosa às empresas, este conhecimento pode ser um ponto crítico na distribuição de talentos e no planejamento futuro.

Quando os CEOs convidam os líderes de RH à participarem da discussão e consultam seus conhecimentos sobre a força de trabalho, eles são capazes de tirar proveito de uma visão única que pode cortar custos, reduzir a rotatividade e realinhar o capital humano afim de aumentar a eficiência.

rh

3. Eles podem fornecer dados práticos para agilizar o recrutamento

De acordo com a mencionada pesquisa do CareerBuilder, 48% dos CEOs admitem perder dinheiro devido à ineficiência das estratégias de recrutamento. Os líderes de RH podem ajudar a resolver esse problema.

Hoje em dia, líderes de RH focam em desenvolver e analisar métricas específicas da empresa afim de mensurar a eficiência do processo de contratação em tempo real. Auxiliados por programas de análise de dados e plataformas de alinhamento de talentos, as equipes de RH atualmente são mais capazes de fornecer soluções competitivas baseadas em fatos para reduzir, rapidamente, as ineficiências durante o processo de recrutamento.

Estes líderes de RH podem ser fundamentais para o planejamento estratégico, trabalhando de forma proativa com os CEOs e outros executivos para resolverem questões de pessoal, alocarem recursos do recrutamento e criarem programas que alinhem as experiências do candidato com os objetivos da empresa.

Os benefícios são claros. Com fundamentos baseados em dados e conhecimento organizacional único, os líderes de RH estão preparados para causar um grande impacto na sala de reunião. CEOs que se aproveitam desse conhecimento, durante o planejamento estratégico, podem fortalecer seus negócios com soluções criativas para os problemas enfrentados por suas empresas.

Texto originalmente publicado no site Entrepreneur. Traduzido e adaptado pela equipe do Tutano.

Podemos te ajudar a encontrar os melhores profissionais

Divulgue, Gerencie e Contrate. Conheça nossa plataforma de recrutamento especializada em Marketing, Comunicação e TI.

DEIXE UM COMENTÁRIO